Por pbagora.com.br

 Cássio não deixa o PSDB, vai endurecer discurso contra Maranhão e reafirmar unidade das oposições

É grande a expectativa para a entrevista coletiva que o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) vai conceder na manhã desta quarta-feira (30), a partir das 11h30 na sede da Associação Paraibana de Imprensa, dois dias antes do prazo final para filiação partidária de quem irá concorrer às eleições de 2010.

Ao que pôde apurar o PB Agora, é certo de que o ex-governador tucano vai confirmar que permanecerá no PSDB e vai, a partir de agora, trabalhar para reagrupar todos os partidos da base aliada de 2006, junto com o senador Cícero Lucena, presidente do PSDB paraibano, com quem tem se comunicado todos os dias.

Cássio irá ainda endurecer o discurso contra o governo Maranhão III, dando o tom da oposição no Estado. Mas vai reafirmar a tese de unidade de todas as oposições. “Não adianta fulanizar a discussão, o importante é que possamos unir todos aqueles que tem o mesmo discurso”, confidenciou o tucano.

Ontem, o governador José Maranhão classificou como impossível a manutenção da aliança com o prefeito Ricardo Coutinho, do PSB, empurrando-o oficialmente para os braços da oposição no Estado.

PB Agora

Notícias relacionadas

Bruno defende volta de Cássio à cena política em 2022: “Tem importância e grandeza suficiente para participar do processo”

Bruno Cunha Lima (PSD), prefeito de Campina Grande, defendeu, durante entrevista nesta quinta-feira (13), que o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) seja candidato nas eleições do ano seguinte. Ele cogita,…

Opinião: Cícero embarca só na reeleição de João ou leva os Ribeiros e o partido?

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), já teria manifestado incondicional apoio à reeleição do governador João Azevedo (Cidadania). Pelo menos foi o que revelou, com absoluta exclusividade, o…