A área econômica do Governo Cássio Cunha Lima informou, no final da tarde desta quarta-feira (18), que o governador José Maranhão já assume o governo com um saldo em caixa de R$ 153.699.270,71 (cento e cinqüenta e três milhões, seiscentos e noventa e nove mil, duzentos e setenta reais e setenta e um centavos).
Segundo os auxiliares de Cássio, do total de R$ 153 milhões estão incluídos os duodécimos dos demais poderes. Para o Poder Executivo, o governador empossado pela Justiça Eleitoral dispõe de quase R$ 100 milhões, sem a preocupação de quanto a folha de pessoal de fevereiro e consignações que já estão devidamente quitadas.

Além disso, o novo governador disporá das cotas do Fundo de Participação dos Estados (FPE) dos dias 20 e 28 de fevereiro, que reforçará ainda mais o caixa do Estado. Segundo os assessores de Cássio Cunha Lima, os recursos em caixa darão condições financeiras plenas para o governo que se instala por decisão da justiça eleitoral cumprir as obrigações mais básicas.

Segundo o ex-secretário do Planejamento e Gestão, Franklin Araujo, bem diferentemente de que quando Cássio assumiu o governo em 2003, com um saldo em caixa de apenas R$ 2 milhões, tendo ainda a folha de dezembro de 2002 para quitar. Segundo Araujo, o Estado está saneado, conforme comprovam os dados da Secretaria do Tesouro Nacional.
 

 

PB AGORA

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cartaxo revela diálogo com aliados sobre eleições, mas PV não deve abrir mão da cabeça de chapa

Durante solenidade na manhã desta segunda-feira (20), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV) revelou que iniciará esta semana ao diálogo com os partidos aliados visando as articulações para…

Mesmo com foco na disputa pela PMCG, Ana Cláudia pode ir para Câmara Federal

Com foco na disputa pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, a secretária de Estado Ana Cláudia, pode vir a conquistar uma vaga na Câmara Federal, compondo o conjunto de parlamentares…