O prefeito tucano do município de Marizópolis, Zé de Pedrinho, ganhou o noticiário paraibano, nesse final de semana, por praticamente repetir um episódio que, de forma hilária, já ocorreu no passado, envolvendo as histórias das eleições na Paraíba.

É que, durante esse fim de semana, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) visitou a cidade sertaneja de Marizópolis e ganhou a simpatia do prefeito, que deu declarações que Cartaxo, atualmente, seria o melhor nome para representar as oposições na disputa pela sucessão estadual. Até aí tudo bem, não fosse o que ocorrera 24h depois.

O mesmo prefeito tucano, posteriormente, posou para fotos ao lado do senador José Maranhão (PMDB), que, assim como Cartaxo, é pré-candidato ao Governo da Paraíba, em 2018.

A notícia foi divulgada no programa Rádio Verdade, da Arapuna FM na tarde desta segunda-feira (11).

Ao ouvir o noticiário, sobre o apoio dobrado anunciado pelo correligionário, Cássio, que estava atento a tudo, relembrou um ‘causo’ do passado que praticamente repete a história do presente, em mais um capítulo do folclore político na Paraíba.  

Contou Cássio: “Edvaldo Motta, era deputado de Patos, e ele era de uma irreverência absurda. Então, isso na década de 80, ele passou em Campina Grande, meu pai era prefeito, e declarou apoio a Ronaldo Cunha Lima para o Governo do Estado. De Campina ele foi para Sousa. Lá ele declarou apoio a Antônio Mariz para o Governo do Estado. Aí quando voltou a Campina meu pai questionou e disse – Edvaldo, que história é essa. Tu chega aqui em Campina e lança meu nome como candidato a governador. Vai pra Sousa e lança o nome de Mariz, como é essa históris?”

A resposta veio em gargalhadas.

“Edvaldo disse: Ronaldo, tu num me conhece, eu indo sou um, voltando sou outro (risos). Naturalmente em uma brincadeira, porque Edvaldo era uma figura irreverente, mas faz parte do folclore paraibano”, arrematou.

O assunto veio à baila porque o prefeito de Marizópolis havia declarado que recebeu o aval do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que tem o primo Romero Rodrigues (PSDB) como pré-candidato do PSDB, em 2018, para apoiar Cartaxo.

 O senador Cássio, por sua vez, disse que apenas orientou o prefeiro a ir ao encontro com Cartaxo, mas nega que tenha declarado apoio antecipado à candidatura de Luciano. “Apenas disse que não haveria problema algum em receber o prefeito”, explicou.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: RC vê conotação política em escritório arrombado. Acha que há mandantes

Em resposta a questionamentos da coluna, o presidente da Fundação João Mangabeira e ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), disse, na madrugada deste domingo (18), não ter dúvidas de que…

IMPASSE: Cida Ramos vê futrica em tese de rompimento no PSB

A tese de rompimento entre o governador João Azevêdo (PSB) e o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) por conta do impasse envolvendo o PSB paraibano foi eliminada pela deputada estadual Cida…