A Paraíba o tempo todo  |

Cássio afirma que ainda estar bem disposto para a vida pública, mas só vai falar de 2010 em 2010

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

“Vamos deixar 2010 para 2010”. Foi assim que respondeu Cássio à indagação sobre as eleições gerais do próximo ano durante o Programa Jornal de Verdade, da Rádio Cidade de Esperança, na manhã deste domingo (05) . Para Cássio, o PSDB mostrou nas duas ultimas eleições para governador que tem quadros para vencer, tanto que ele venceu os dois turnos de 2002 e os dois turnos de 2006, mas ele prefere que o debate seja iniciado no próximo ano, até porque ele tem que manter-se focado na concretização do escritório de advocacia e neste período de estudos nos EUA.

Ele disse ainda que a sua postura de afastamento do debate estadual deu-se para que não fosse de maneira alguma acusado de tentar atrapalhar o trabalho de quem quer que seja e que não queira ficar participando do que ele classificou de “rame rame e moído e acima de qualquer interesse pessoal está o interesse da coletividade”,

Na entrevistas, Cássio reiterou a sua indignação contra a decisão da justiça eleitoral que cassou o seu mandato em fevereiro último reafirmando que a população paraibana sabe que ele ganhou legitimamente as eleições de 2006. Ele demonstrou ainda preocupação com o fato da soberania do voto ter sido desrespeitada “com o processo de redemocratização o brasileiro conquistou o direito do voto e agora temos que lutar pela soberania dele, tendo em vista que além da cassação de um mandato legítimo, a justiça determinou a posse do perdedor”, alertou.

O tucano lembrou ainda que o atual governador responde a diversos processos junto a Justiça Eleitoral referentes às eleições de 2002 e outros de 2006que poderiam determinar a sua cassação mas que não foram julgados.Comparando, ele disse que o MP levou 17 minutos para que o oferecer Parecer contra ele enquanto outros os processos contra José Maranhão continuam sem definição desde 2002.

Cássio confirmou que está reiniciando as suas atividades de advogado através de parceria firmada com os advogados Harrison Targino, Luciano Pires e Jovino Neto, “aprendi com Ronaldo que política é um sacerdócio, não se faz como negócio”, por isso mesmo, não sou, a exemplo do meu pai, um homem rico. O meu patrimônio se resume a residência em Lagoa Seca e ao apartamento em João Pessoa, que é financiado.

Antes deste reinício da carreira de advogado, Cássio irá aos Estados Unidos no final de abril para estudar por alguns meses. Conforme relatou, ele vai inicialmente para a cidade de Cincinnati, estado de Ohio, onde irá aprimorar
o inglês através de um curso intensivo. Em seguida, ele está a escolher entre as universidades de Columbia ou Harvard para realizar um curso de política internacional cujo foco é o Brasil e a América Latina.

Depois de conceder entrevista por pouco mais de 12 minutos, o tucano concluiu sua fala lembrando o poeta Carlos Drummond de Andrade, “a dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.

Aniversariante do dia, o ex-governador Cássio Cunha Lima concedeu nesta manhã, por telefone, entrevista ao programa Jornal de Verdade, comandado pelo jornalista Juarez Amaral.
 

Redação com Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe