A Paraíba o tempo todo  |

Cartaxo abdica de carreatas e adota bicicletas na campanha

No mesmo dia que Cartaxo adota bicicletas na campanha, moradores protestam contra morte de ciclista
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

No mesmo dia que o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), anunciou que trocaria as carreatas por passeios ciclísticos, dezenas de ciclistas interditaram a Avenida Josefa Taveira, no bairro de Mangabeira, na Capital, justamente para protestar contra a insegurança sofrida por quem adota a bicicleta como meio de transporte ou como esporte.

“As carreatas são o retrato da velha política, de uma forma ultrapassada de fazer campanha e não fazem mais sentido. Incomoda profundamente a população, atrapalha o trânsito e coloca em risco a vida das pessoas”, defendeu Cartaxo, durante encontro, nesta manhã, com a juíza da propaganda eleitoral de rua, Agamenildes Dias.

Na manhã desta quarta-feira (31), no entanto, vários moradores do bairro de Mangabeira realizaram um protesto pela morte de um ciclista, que foi atropelado por um ônibus, na faixa exclusiva, que também é destinada aos ciclistas, na última segunda-feira (29). Orlando Tobias Rocha, 72 foi atropelado quando se deslocava pela Avenida Josefa Taveira, principal via do Bairro, em sua bicicleta.

Desde que foi instalada, a faixa exclusiva do ônibus causa transtornos aos moradores e comerciantes do bairro, que reclamam da falta de logística. Para piorar, no local não há faixa para ciclistas, diferente de outros bairros.

Por conta disso, uma “bicicletada” será realizada pelo grupo  ‘Massa Critica Paraíba’  na próxima sexta-feira (02), com vários ciclistas, saindo da Praça da Paz, no bairro dos Bancários, às 18h, justamente para protestar contra a morte do ciclista e contra ausência de espaços para os pedestres que utilizam as bicicletas como meio de transporte e esporte na localidade.

A Coligação Força da União não comentou a relação entre os dois acontecimentos, nem, a coincidência dos dois acontecimentos no mesmo dia. A reportagem do PB Agora entrou em contato com a assessoria da Coligação. Eles ficaram de verificar a informação, informaram que dariam o retorno, mas até às 16h nenhuma resposta ou contraponto foi emitido.

A Semob também não emitiu nenhuma nota sobre o protesto e nem fez prognósticos sobre uma possível mudança no trânsito da Avenida Josefa Taveira.



PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe