A Paraíba o tempo todo  |

Capital e CG terão protestos contra reforma administrativa; veja como votaram os deputados da Paraíba

Foto: Ricardo Araújo / Adufpb
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Quatro deputados votaram contra recurso que tenta barrar congelamento salarial dos professores

Servidores públicos de todo o país estão sendo convocados para uma greve nacional de 24 horas em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020, a reforma administrativa. Na Paraíba, além de parar as atividades por um dia, os servidores que aderirem ao movimento farão hoje, a partir das 10h, atos públicos em João Pessoa (em frente ao prédio da Receita Federal, na Avenida Epitácio Pessoa) e em Campina Grande (na praça Clementino Procópio).

Ontem por três votos (225 x 222), a Câmara dos Deputados aprovou o recurso contra a apreciação conclusiva do Projeto de Lei do governo federal que congela o reajuste anual do piso salarial dos professores. Com isso, a proposta terá que ser votada em plenário. Da bancada paraibana quatro votaram contra o recurso – ou seja, a favor do governo: Hugo Motta (Republicanos), Julian Lemos (PSL), Wellington Roberto (PL) e Wilson Santiago (PTB). Efraim Filho (DEM) e Damião Feliciano (PDT) não participaram da votação.

Programação – À tarde, às 16h, haverá uma live com a participação de lideranças sindicais e políticas. Segundo Fernando Cunha, presidente do Sindicato dos Professores da Universidade Federal da Paraíba (Adufpb), uma das entidades que integram a organização do movimento na Paraíba, o dia de greve nacional foi definido durante o ‘Encontro Nacional dos Servidores e Servidoras’, que aconteceu em 29 e 30 de julho, com “a presença de mais de cinco mil trabalhadores e trabalhadoras” de todo o funcionalismo público das três esferas, municipal, estadual e federal.

“Nós, da Adufpb, realizamos uma assembleia on-line na segunda-feira (16), e aprovamos por ampla maioria, sem nenhum voto contrário, a adesão da categoria à greve nacional do dia 18 de agosto. E estamos convocando todas e todos aqui em João Pessoa a participarem do ato público, em frente à Receita Federal, na Avenida Epitácio Pessoa, mantendo, claro, todos os cuidados sanitários, como uso de máscara e higienização das mãos com álcool”, disse Fernando Cunha.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      20
      Compartilhe