O deputado estadual Anísio Maia (PT) voltou a defender que o seu partido precisa mesmo lançar candidatura própria nas próximas eleições e que, para isso, não deve se preocupar com pesquisas. Segundo ele, faz muito tempo que o eleitorado brasileiro acabou com o “candidato padrão”.

“Pelo que temos acompanhado nas últimas eleições, não existe mais esse negócio de o candidato ou o pré-candidato contar com certa quantidade de pontos para ser lançado numa disputa”, afirmou o deputado, ao lembrar que os últimos exemplos registrados no país e, sobretudo, em Minas Gerais, quebraram todos esses critérios de projeção.

Ele lembrou que o atual governador de Minas Gerais, Romeu Zema (hoje no partido Novo), começou do zero e num partido que muita gente nem conhecia (foi eleito pelo PR), e o resultado é que disparou durante a campanha, ganhando as eleições. “Até mesmo no plano nacional… seis meses antes do pleito, não tinha quem dissesse que Bolsonaro ganharia mesmo as eleições”, afirma Anísio Maia.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Cabedelo apresenta cenário de miséria com renda per capita de meio salário mínimo

O município de Cabedelo tem aproximadamente 68 mil habitantes, dos quais 39.2% da população recebe, apenas, um rendimento médio de meio salário mínimo por pessoa a cada domicílio, segundo dados…

Cícero Lucena revela que cogitou disputar Prefeitura de João Pessoa

Longe da política, o ex-senador da Paraíba, Cícero Lucena (PP), revelou em entrevista que cogitou a possibilidade de retornar à vida pública, após deixar o PSDB e filiar-se ao Partido…