O São João de Patos foi cancelado faltando menos de 60 dias para o início do evento, destruindo as perspectivas de comerciantes que se programam o ano inteiro para a semana junina. O evento, tido como um dos mais badalados no Sertão paraibano, este ano ocorrerá simplesmente para ‘cumprir tabela’, sem atrações de nome nacional e com uma estrutura típica de cidade pequena.

Mas o que tem o cancelamento a ver com as conjecturas políticas?

O prefeito interino da cidade, o vereador licenciado Sales Júnior é filiado ao PRB, que por sua vez tem como pré-candidato à prefeitura da cidade, em 2020, o deputado estadual Nabor Wanderley (PRB).

O fato de serem aliados poderia ou não já está mirando o próximo pleito, visto que à época em que Nabor e seus aliados venceram as eleições e comandaram o executivo, nunca a festa deixou de existir. Até mesmo quando a sogra do parlamentar, a ex-prefeita Chica Motta (MDB) foi envolvida em operações policiais, o evento permaneceu vivo. A favor de seu grupo, Nabor conta com a justificativa de que na gestão dele e de seus aliados, o evento só cresceu.

Essa semana o deputado estadual Doutor Érico, do Cidadania, subiu à tribuna para fazer o alerta sobre a avalanche de prejuízos para o município com o cancelamento intempestivo do evento.

Segundo ele, com a concretização desse fato, perderá não apenas o turismo, mas também. o trabalhador. “O evento no município tem mais de 20 anos de tradição. E a não realização só trará prejuízos”, desabafou.

Assim como o deputado Nabor, o parlamentar do Cidadania destaca que está "preparado e à disposição" para disputar a prefeitura da cidade de Patos, nas eleições do próximo ano.

"Fomos eleitos com a maioria em Patos e isso gera uma expectativa, até porque a população tem essa vontade de ver em Patos uma nova forma de administrar", declarou Dr. Érico.

Pelas pedras no jogo, o cancelamento, a nova gestão, o PRB, Nabor e Érico fazem parte de um efeito dominó, que mira dividendos políticos, ignorando a realidade da parte mais fragilizada – o trabalhador.

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cida Ramos nega possibilidade do governador deixar os quadros do PSB: “Qual o sentido de João sair do partido?”

A tese de saída do governador João Azevêdo (PSB) do partido, em decorrência do impasse envolvendo o PSB paraibano foi eliminada pela deputada estadual Cida Ramos (PSB). Para ela, que…

Genival reafirma apoio à oposição em Cruz do Espírito Santo para 2020

O deputado e presidente do Avante estadual, Genival Matias, deu início a uma série de conversas com a oposição de Cruz do Espirito Santo, objetivando delimitar campos, estratégia e até…