A Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) arquivou, nesta quarta-feira (27), o pedido feito pelo vereador João Almeida (Solidariedade) para que a eleição da Mesa para o biênio 2019/2020 fosse anulada. A decisão se deu a partir do parecer da Procuradoria Geral da Casa.

No pedido, João Almeida argumentou que não estava presente na segunda sessão, quando foi convocada a sessão extraordinária para a eleição do biênio 2019/2020, e que não existiu parecer da Comissão de Constituição e Justiça, Redação e Legislação Participativa (CCJ), afinal a mesma sequer tinha sido constituída.

O parecer do procurador Antônio Paulo Rolim e Silva reconhece os argumentos do vereador, mas pondera que “tratou-se de um ato político-administrativo no Plenário, cabendo à Mesa Diretora decidir sobre questões ligadas a eleição”.

Tendo em vista o parecer, a atual Mesa Diretora decidiu arquivar o processo, mantendo a eleição antecipada para o próximo biênio.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após Dra. Paula, mais um oposicionista deve tirar licença na Assembleia

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba deve registrar mais uma alteração, após a o pedido de licença da deputada Dra. Paula (PP). Quem deve afastar-se da Casa…

Após convite de Efraim Filho, presidente do INSS confirma presença em abertura de agência em Picuí

Em reunião com o presidente do INSS, Renato Vieira, o deputado Efraim Filho (DEM/PB) abordou diversos assuntos relacionados ao órgão na Paraíba, entre eles o término das obras da agência…