Mesmo com a possibilidade de desagradar alguns eleitores, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (PSB), Adriano Galdino (PSB), reforçou, nesta quinta-feira (14), sua felicidade com a soltura do ex-presidente Lula (PT). Segundo ele, existia uma injustiça com a prisão do petista, e agora, com Lula Livre, a justiça foi restaurada.

Galdino até acredita que todas as vezes que fala em favor de Lula perde eleitores, mas disse que não vai mudar de postura.

“Eu fiquei feliz com a soltura de Lula. Para ser franco, sincero e bem verdadeiro. Como diz um amigo meu de Campina Grande, Zé do Bode, toda vez que eu falo isso eu perco mil votos. Mas eu vou continuar falando porque é o que eu acredito e o eu só digo o que eu penso, o que eu acredito e o que eu sinto. Na minha visão a prisão dele foi injusta e agora se fez justiça”, ressaltou.

De acordo com o presidente, agora com Lula a política nacional terá outro formato, sobretudo diante da postura do Governo Federal, que tenderá a agilizar nas respostas, prova disso foi bombeamento das águas da transposição dois dias após a soltura do petista.

“Eu acho que o governo tende a agilizar as suas respostas ao povo brasileiro haja vista que tem um opositor que sabe fazer oposição que é o presidente Lula”, emendou.

As declarações repercutiram em entrevista ao programa Arapuan Verdade.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino defende unificação das eleições e uso do fundo partidário no combate a Covid-19

Focado em concentrar forças em ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, defendeu o adiamento das eleições municipais para o ano…

Sob o comando de Pedro Cunha Lima, PSDB fica sem representante na CMCG

O presidente do PSDB paraibano, deputado federal Pedro Cunha Lima que também é filho do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), parece não ter o mesmo poder de persuasão do pai…