Caciques em seus partidos derrotados no primeiro turno das eleições deste ano, três expoentes da política paraibana adotaram um pacto de silêncio até o próximo domingo (28).

A postura do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), como também dos senadores José Maranhão (MDB) e Cássio Cunha Lima (PSDB) durante todo o segundo turno chamou a atenção dos analistas políticos e eleitores de toda à Paraíba.

A trinca evitou qualquer manifestação de apoio a Jair Bolsonaro (PSL) ou Fernando Haddad (PT).

Enfrentando desgastes políticos, os três parecem não ter levantado desde o dia 7 de outubro.

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Meta é trabalhar: João diz que ainda não pensou em um possível 2º mandato

Ainda é muito cedo para que o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) possa pensar em uma possível reeleição. Marinheiro de primeira viagem, o gestor exerce o seu primeiro mandato…

Veneziano representa o Senado em evento de Turismo realizado em João Pessoa

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) esteve nessa sexta-feira (18), ao lado do governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), participando da abertura da 9ª edição do JPA Travel Market,…