Em entrevista ao portal o deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL), comentou sobre sua participação na vinda do presidente da República Jair Boslonaro (PSL), a Campina Grande na próxima segunda-feira (11), para participar da inauguração do Complexo Aluízio Campos. A fala do deputado revelou a crise interna do PSL nacional também existe a nível estadual.

Questionado se vai estar presenta ao evento, o parlamentar disse que independente de lados políticos, sempre que convidado for se fará presente, seja qual for à solenidade. “Todas as solenidades que for convidado, obviamente de fora institucional, eu irei sem nenhum problema. Assim como qualquer outra autoridade a nível municipal, estadual ou federal, também irei, pois faz parte do meu mandato”, disse.

Já quando indagado em relação à crise no PSL paraibano se pretende apoiar o pré-candidato do presidente estadual do PSL-PB e deputado federal Julian Lemos em Campina Grande, o empresário Artur Bolinha a PMCG, em 2020 e o mesmo não confirmou tal possibilidade. “Não participo em nada do PSL paraibano e estou totalmente por fora do grupo que apoia o pré-candidato do PSL em Campina Grande”, finalizou.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim quer desburocratização de créditos e proteção de empregos e empresas

A bancada do Democratas esteve reunida em conferência virtual com o ministro Paulo Guedes, da Economia. Durante três horas, foi feita uma profunda avaliação do cenário econômico do Brasil, as…

Sob o comando de Pedro Cunha Lima, PSDB fica sem representante na CMCG

O presidente do PSDB paraibano, deputado federal Pedro Cunha Lima que também é filho do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), parece não ter o mesmo poder de persuasão do pai…