Falta apenas uma assinatura para que o pedido de CPI para investigar os escândalos e desvios nas obras da Lagoa, do Parque Solon de Lucena, em João Pessoa, tenha prosseguimento.

O líder da oposição na Casa, vereadora Bruno Farias (PPS), disse, durante entrevista nesta quarta-feira (13), que está em ‘compasso de espera’, na expectativa de saber qual será a definição da vereadora Raíssa Lacerda (PSD).

“Estamos em compasso de espera, a vereadora ficou de analisar os documentos que estão sob sua posse, de modo que ainda não se pronunciou. Tem nos bastdiores nos revelado que está propensa a admitir a investigação, já que nos tempos de hoje não podemos ficar omissos diantes de denúncias tão robustas”, disse.

Para o parlamentar, caso Raíssa assine, não se tratará de vingança por supostos descontentamentos com a gestão, mas sim pela legitimidade de parlamentar.

A própria vereadora admitiu, na última semana, que pode assinar o pedido, mas como ela ainda integra a bancada que dá sustentação ao Governo, essa possibilidade segue incerta.

 

OUÇA

 

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRF-5 deve retomar julgamento de processo contra Enivaldo Ribeiro

Nos próximo 15 dias deverá ser retomado, pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), o julgamento do processo da Operação Sanguessuga envolvendo o vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro.…

Ex-vereador de CG tentará carreira política na cidade de Cabedelo em 2020

O ex-vereador de Campina Grande Murilo Galdino (PSB), deverá transferir o seu domicílio eleitoral para a cidade portuária de Cabedelo. Murilo que é irmão do presidente da Assembleia Legislativa, o…