Sem partido desde que deixou os quadros do Solidariedade na Paraíba, o segundo suplente de deputado federal e atual chefe de gabinete da prefeitura de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, pode seguir os mesmos passos do prefeito Romero Rodrigues e também embarcar no PSD paraibano, ao lado de figuras como Manoel e Ivonete Ludgério, e a atual presidente, Eva Gouveia.

Em entrevista à imprensa, Bruno disse que a possibilidade existe. “Há um diálogo até chegarmos a um denominador comum. Se tudo der certo, minha filiação será acertada também”, destacou.

Bruno já foi vereador de Campina Grande, deputado estadual e, em 2018, obteve quase 45 mil votos na disputa pela Câmara Federal, mas acabou abarcando apenas a segunda suplência.

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino sepulta crise no PSB e diz que foco agora é a governabilidade

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB) colocou uma pedra na crise que ainda assola o PSB e avisou, durante entrevista nesta quarta-feira (18), que o assunto…

Deputados concluem votação da Nova Lei de Licitações, e projeto segue para o Senado

O Plenário da Câmara finalizou, na noite desta terça-feira (17), a votação dos destaques da Nova Lei de Licitações. O texto agora para análise dos senadores. Entre outros pontos a…