Por pbagora.com.br

O prefeito Bruno Cunha Lima, de Campina Grande, formalizou na noite desta sexta-feira, 9, comunicado à Presidência da Câmara dos Deputados, dando conta de sua impossibilidade de assumir vaga de suplente na Casa.

Na prática, Bruno pavimentou a convocação do suplente campinense Rafael Pereira Sousa, o Rafafá, do PSDB, que viaja na próxima segunda-feira, 12, para Brasília, onde assumirá a vaga de Pedro Cunha Lima por 120 dias. O prefeito, em ato contínuo, já mandou publicar a portaria de exoneração de Rafafá do cargo de assessor técnico da Secretaria de Cultura de Campina Grande.

Com a licença do deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), a vaga na Coligação seria assumida pelo suplente Manoel Júnior, atual prefeito de Pedras de Fogo, que declinou da convocação da Câmara.

Do mesmo modo, Bruno Cunha Lima comunicou de sua impossibilidade de assumir por quatro meses a cadeira de deputado por estar no exercício de seu mandato de Prefeito de Campina Grande.

O prefeito fez uso do artigo 241, inciso 1º do Regimento Interno da Câmara: “Assiste ao Suplente que for convocado o direito de se declarar impossibilitado de assumir o exercício do mandato, dando ciência por escrito à Mesa, que convocará o Suplente imediato”.

PB Agora

Notícias relacionadas

Esquerda forma frente anti-Bolsonaro que pode virar aliança para 2022 na Paraíba

Quem pensar que os partidos de esquerda estão desarticulados entre si, na Paraíba, está enganado. Há mais de dois meses, sete deles – PT, PSB, Psol, PC do B, UP,…

Adversários em 2020, Ruy vê com naturalidade chegada de Nilvan ao PSDB

O deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) vê com bons olhos a chegada de Nilvan Ferreira (MDB) ao ninho tucano na Paraíba. A notícia da possível filiação do comunicador à legenda…