O presidente Jair Bolsonaro (PSL) se irritou e encerrou abruptamente uma entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (27). Na saída do Palácio da Alvorada, após ser questionado sobre se pretendia se retratar no comentário sobre a primeira-dama francesa Brigitte Macron, o presidente afirmou que os jornalistas “não merecem a consideração” antes de entrar no carro em direção ao Palácio do Planalto.

Durante o fim de semana, Bolsonaro respondeu um comentário postado em suas redes sociais. Um seguidor postou uma montagem da francesa e da esposa de Bolsonaro, Michelle Bolsonaro, com a legenda “agora entende por que Macron persegue Bolsonaro?”. Em resposta, Bolsonaro publicou: “Não humilha cara. Kkkkkkk”.

O presidente desconversou sobre o comentário em que ria. “Eu não botei aquela foto. Foi alguém que botou a foto lá e eu falei pra ele não falar besteira”, se defendeu. Questionado sobre os risos no comentário, disse que não se metia na questão familiar e, após a insistência dos repórteres sobre os risos na postagem, ameaçou encerrar a entrevista.

“Tchau pra vocês”, disse irritado o presidente. Ao chegar na porta do carro que o esperava, Bolsonaro completou: “Realmente o jornalismo, vocês não merecem a consideração”, completou antes de bater a porta do carro.

Yahoo Notícias

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim cobra inovação e diz que adéptos da velha política podem se dar mal

Há menos de 1 ano do próximo pleito eleitoral, as táticas, as articulações, as estratégias, já passam a serem montadas com o objetivo de, para alguns, continuar na vida pública…

Advogado admite comandar sigla de Bolsonaro na PB, o Aliança pelo Brasil

Aliança pelo Brasil, partido que será encabeçado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, após deixar o PSL. O diretório da sigla na Paraíba já pode ter um comandante. O advogado…