A Paraíba o tempo todo  |

Bolsonaro desautoriza Mourão por condenar invasão da Rússia à Ucrânia

O presidente Jair Bolsonaro (PL) desautorizou o Hamilton Mourão (PRTB) em sua live presidencial transmitida na noite de quinta-feira (24) e disse que o vice-presidente cometeu “peruada” em fala que condena a invasão militar da Rússia à Ucrânia, além de comparar o presidente russo Vladimir Putin ao ditador nazista Adolf Hitler.

“Deixa eu dizer uma coisa aqui: o artigo 84 da Constituição Federal é bem claro e diz que quem fala sobre esse assunto é o presidente. E quem é o presidente? Jair Messias Bolsonaro. E ponto final. Então, com todo o respeito a essa pessoa que falou isso, ele está falando algo que não deve, que não é de competência dela. Quem está falando está dando peruada naquilo que não lhe compete”, afirmou Bolsonaro.

Na manhã de quinta Mourão disse a jornalistas que somente sanções econômicas contra a Rússia não são suficientes para parar o conflito armado, e que é necessário o uso da força. O general afirmou ainda que as ações de Putin se comparam à Alemanha de Hitler em 1938, véspera do início da Segunda Guerra Mundial.

Congresso em Foco

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe