O candidato ao Governo do Estado Lucélio Cartaxo (PV), anunciou, neste sábado (22), durante Ação 43 em Baía da Traição, que vai cumprir a decisão judicial do TJPB que determinou a incorporação da bolsa desempenho paga aos policiais militares da ativa ao soldo dos militares da reserva. Disse ainda que “a partir de janeiro a Paraíba terá um tempo novo, em que as decisões judiciais serão cumpridas e que os aprovados em concurso público serão nomeados”.

Cartaxo criticou o atual governo pelo descaso com a segurança pública, citando casos como roubos, assaltos e explosões de caixas eletrônicos. “O atual governo aprofundou essa distorção entre policiais da ativa e da reserva, que hoje chega a 40%. Essa política de desvalorização tem reflexo direto nas ruas, agravada com a redução do efetivo”, afirmou.

Lucélio afirmou que vai valorizar o trabalho dos policiais, que desempenham um papel fundamental na segurança pública do estado. “O nosso governo vai cumprir o que prevê a lei e vai acabar com essa distorção histórica” disse, depois de mencionar as decisões favoráveis aos policiais na justiça.

O candidato encerrou sua fala afirmando que na sua administração vai valorizar toda a carreira policial, incrementando a remuneração dos policiais, convocando os aprovados em concursos da polícia e contratando mais profissionais da segurança pública.

 

Assessoria

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Agora ficou claro: nunca houve oposição a governo nenhum. A oposição era mesmo ao estilo de Ricardo governar…

Neste cenário que se esboça com o iminente rompimento entre João Azevedo e Ricardo Coutinho, ficou mais que claro: não havia oposição a governo coisíssima nenhuma. Havia – e continua…

Recado: João avisa que não vai colaborar com projeto pessoal de ninguém

O imbróglio envolvendo o PSB na Paraíba continua rendendo troca de alfinetadas públicas entre o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e o governador João Azevêdo (PSB). Dessa vez João avisou que…