Deputado Batinga terá que devolver quase R$ meio milhão à Funasa

Os artistas que se apresentaram nos shows do São João de Monteiro 2010 ainda não puderam receber os seus cachês, porque o Ministério do Turismo ainda não liberou os recursos. A construção da sede do SAMU Regional não pode ser concluída, porque o Ministério da Saúde não liberou o dinheiro. Outros convênios estão pendentes de liberação de recursos. Tudo isto por conta de uma inadimplência do ex-prefeito Carlos Batinga junto à FUNASA, em virtude de irregularidade na prestação de contas do Convênio nº 0327/01, que provocou a inclusão da Prefeitura de Monteiro no SIAFI/CAUC.

Através de documento expedido em 19/11/2010 e endereçado ao DEADM/DEPIN/PRESI, o Tomador de Contas Carlos Antonio Alves Basílio, da Funasa, solicitou a inscrição do ex-prefeito Carlos Alberto Batinga Chaves como responsável por impropriedades e irregularidades pela não aprovação da prestação de contas final – Parecer Financeira nº. 156/2010, gestão 2001 a 2004, cuja convenente é a Prefeitura Municipal de Monteiro. O ex-prefeito teria causado dano ao município no valor de R$ 128.000,00 que calculado com correção monetária e juros importa hoje no montante de R$ 436.089,60.

Com essa providência a Funasa está solicitando a suspensão da inadimplência CV 319/01,SIAFI nº. 438869 de modo que o débito deixa de figurar em nome da Prefeitura de Monteiro, sendo imputado ao gestor da época, Carlos Batinga.

Por conta dessa situação, o Ministério da Fazenda através da Secretaria do Tesouro Nacional já emitiu o DARF tendo Carlos Alberto Batinga Chaves como recolhedor aos cofres da Fundação Nacional de Saúde – Funasa do valor de R$ 436.089,60, com o prazo de recolhimento em 05/12/2010.

 

PB Agora

com informações da Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Especialista paraibano acredita que privatização dos Correios pode ser um desastre

A decisão do governo do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), no último dia 21.08 de que os Correios estariam entre as nove empresas que estão no Plano Nacional de…

Prefeito de Patos diz que vai diminuir distância com o legislativo e que não vai ‘abrir caixa preta’ da gestão anterior

O comando da gestão municipal da morada do sol – Patos, Sertão Paraibano – voltou às mãos de um profissional da saúde. Depois do médico Dinaldinho Wanderley (PSDB), que está…