Em entrevista à reportagem do PB Agora, essa semana, a deputada Cida Ramos (PSB) comentou sobre a súmula apresentada e aprovada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no qual os alunos e alunas do curso de direito que tiverem algum problema de violência doméstica, principalmente contra mulheres durante sua graduação,  não poderão tirar sua carteira da OAB. Para Cida, esse é um avanço importante e que revela a seriedade desta ordem.

 

“É fundamental, pois projete aqueles que enfrentam a desigualdade todo dia, as minorias e as mulheres que cada dia mais são vitimas do femícidio. Portanto é preciso medidas duras para enfrentar esses problemas”, disse a deputada destacando que essa medida vai trazer diminuição do número de caso de violência contra as mulheres.

 

Cida destaca ainda que quem foi acusado e condenado por violência seja de qual for o tipo contra as mulheres, idosos, minorias, crianças etc. não tem idoneidade para para exercer a profissão de advogado. “Quem faz isso não está preparado para fazer a defesa desses segmentos e de ninguém”

 

  Veja a entrevista de Cida:

 

Com informações de Eliabe Castor

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: PSB-PB terá comissão provisória nacional para “remediar” conflito interno

“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose”. Assim concluiu, certa vez, Paracels, médico e físico do século XVI. E a afirmação percorreu séculos de forma incólume,…

Presidente nacional do PSB quer reunião com João e RC em Brasília e defende unidade na sigla

O impasse interno no diretório estadual do PSB levantou a hipótese de que uma intervenção da Executiva nacional poderia ocorrer. No entanto, na manhã desta sábado, presidente nacional da sigla,…