Araújo nega inelegibilidade de Cássio, defende manutenção de aliança entre PSDB e PSB e cogita possibilidade de tucano ser vice de Aécio

O futuro do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) ainda é uma incógnita. Muitos tucanos acreditam que o senador está apto a disputar as eleições de 2014, e por isso, defendem o rompimento da aliança com o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o caminho de volta para o Palácio da Redenção. Em compensação, outros apostam que Cássio está inelegível e deve preservar a aliança com RC. Uma reportagem publicada na Folha Online, essa semana revelou que o senador paraibano, estaria impedidos de disputar as eleições no próximo ano, por estar enquadrados na Lei da Ficha Limpa e por isso, já teria um plano B.

Só que o coordenador de Comunicação da Prefeitura Municipal de Campina Grande, advogado José Araújo, pensa diferente, e garante que CCL já se livrou da punição imposta pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e pode sim, concorrer nas eleições que se aproximam. Diferente de muitos tucanos, Araújo deixou claro que defende a manutenção da aliança entre Cássio e Ricardo Coutinho.

José Araújo que já foi candidato a prefeito em Campina Grande, disse também que existem muitas especulações naturais de militantes do PSDB que querem uma candidatura própria para o governo do Estado em 2014. Em um recado direto para o tucanato que está de olho no Palácio da Redenção, Araújo afirmou que a aliança PSDB e PSB é duradoura e tende a se estender até 2018. “Mas “é preciso que as pessoas saibam que a aliança com o governador Ricardo Coutinho não terminou e que as eleições não sejam precipitadas de forma exagerada, pois só prejudicam a governabilidade”.

Aliado fiel de Cássio Cunha Lima, José Araújo disse ainda que é cogitada uma possibilidade de que o senador seja candidato a vice-presidente na chapa de Aécio Neves, mas que o pleito de 2014 só deve ser discutido no próximo ano. Segundo ele, a Paraíba iria ganhar muito tendo um vice-presidente da República.

Severino Lopes

PBAgora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Dra. Paula não consegue licença médica de 121 dias e Jane Panta não assume

A junta médica da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), frustrou os planos da suplente Jane Panta (Progressistas) de assumir a cadeira da deputada titular Dra. Paula (Progressistas) que havia solicitado…

Na Espanha, RC analisa a democracia brasileira após um ano do Governo Bolsonaro

Nesta quarta-feira (23), o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) será palestrante em um seminário sobre democracia, do Observatorio Global Urnas y democracia, na universidade de Salamanca, na Espanha. Na ocasião, o…