Por pbagora.com.br

Ausência de Cássio e Pedro Cunha Lima na posse de Romero põe em xeque relação no clã

A ausência do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) na posse do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) em Campina Grande, no último domingo (01) colocou em xeque a sintonia entre os clãs Cunha Lima e Rodrigues na Rainha da Borborema.

Sem Ronaldinho (PSDB) como vice prefeito, a influência dos Cunha Lima na gestão em Campina Grande foi reduzida pela metade e isso poderia ser um dos motivos para o distanciamento sentido nos bastidores da política.

A coluna Aparte do jornalista Arimatéia Souza repercutiu o fato. Até agora os membros dos dois clãs adotam silêncio.

A justificativa para a ausência de Pedro na posse do primo seria o fato de ter sido recrutado para representar a Câmara Federal na solenidade do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), em João Pessoa.

Já o motivo da ausência de Cássio na solenidade não foi divulgado.

CONFIRA

As atitudes e atos individuais são, na essência, fruto de opções e escolhas do livre arbítrio de cada pessoa.

Mas, quando isso diz respeito ao homem público, comporta abordagens e questionamentos.

Dito isso, considero injustificável a ausência do deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) da posse do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), optando por prestigiar a

posse do prefeito Luciano Cartaxo (PSD-JP).

Ainda mais, levando-se em conta que o seu pai, senador Cássio, igualmente não compareceu.

A não ser que o relacionamento político entre Cássio e Romero esteja esgarçado, ao ponto de ser insuportável a convivência num ambiente público.

Não custa lembrar que o ´poeta´ Ronaldo Cunha Lima ofertava até os seus “sonhos” à ´cidade Rainha´.



PB Agora

Notícias relacionadas

Preocupação de Veneziano Vital com Licenciamento Ambiental repercute nacionalmente

Poucas horas depois de aprovado na Câmara dos Deputados o texto base do Projeto de Lei nº 3.729, de 2004, que dispõe sobre o Licenciamento Ambiental, o Vice-Presidente do Senado…

“Sem noção”, diz deputado paraibano sobre Bolsonaro chamar quem fica em casa de ‘idiota’

A afirmação do presidente Jair Bolsonaro em conversa com apoiadores na manhã desta segunda-feira (17) repercutiu muito mal porque ele chamou de ‘idiotas’ as pessoas que durante a pandemia ficaram…