Ainda sobre o áudio que foi enviado ao PB Agora e outros portais de notícias paraibanos no qual se ouve o prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PV), o secretário municipal de Saúde, Adalberto Fulgêncio e Diego Tavares, secretário do Desenvolvimento Social, em diálogo sobre supostas negociações de verbas para a campanha eleitoral de 2018, o líder do governo, vereador Milanez Neto (PTB), disse que não sabe quem poderia ter gravado.

 

“Não sei quem teria a intenção de fazer isso (gravação)”, disse Milanez ao ser indagado de onde acha que o áudio teria vazado. Conforme o líder do governo, o prefeito Cartaxo está sendo vítima de uma rede arapongagem e não tem nem o quê se comentar sobre o áudio.

 

“Sabemos da realidade e o conteúdo de tudo isso. O que nós estamos determinados a fazer é continuar a trabalhar muito pela cidade de João Pessoa”, destacou.

 

 

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputada progressista anuncia apoio a João e rasga elogios ao gestor

A base que dá sustentação política ao governador João Azevedo (PSB) na Assembleia Legislativa, vai ser ampliada. A deputada Drª Paula do PP anunciou nesta terça-feira (17) que vai apoiar…

Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos das Pessoas com Doenças Raras será instalada na CMCG

A Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG), aprovou a realização de uma audiência pública de autoria do vereador Olimpio Oliveira, para o próximo dia 25.09 a partir das 10h, no…