Por pbagora.com.br

Foi o próprio Presidente Lula quem falou: ele só não veio antes à Paraíba por conta de picuinha política dos adversários do então governador Cássio Cunha Lima. Aí implicitamente incluído, lógico, o hoje governador José Maranhão. Mas acabou atirando no pé. E ele, como Presidente, se submete a isso, é? Assim, na boa?

Os maranhistas não têm mais nem o que contra-argumentar: foram eles os principais responsáveis pelo isolamento do Estado em relação à União. Lula confirmava e “desconfirmava” suas vindas à Paraíba, assim de como alguns ministros, ao sabor do humor dos políticos aliados. Também atrapalharam convênios importantes e ações do governo federal que poderiam melhorar a vida dos paraibanos.

Picuinha, pura picuinha. E foi Lula quem confirmou isso abertamente. Tentou dar lição de moral, dizendo que isso é um golpe contra o interesse público.
Só que, Presidente é Presidente e nunca deveria se submeter a ser objeto de picuinhas políticas. Se ele tivesse mesmo respeito pelos paraibanos, teria vindo ao Estado quando recebeu reiterados convites do então governador Cássio. Seja quem for o governador de plantão, o Presidente tem por obrigação visitar vários recantos do país, acompanhar as obras em parcerias com Estados e Municípios.

Estamos mesmo – nós, os paraibanos – à mercê da boa vontade dos políticos aliados do Presidente Lula. Ridículo. Ridículo para o Presidente, principalmente. Traduzindo os bastidores da conversa para uma linguagem bem infantil, seria mais ou menos assim: “Presidente, não é pra dar muita atenção ao prefeito Ricardo Coutinho não, tá? Não vamos encher a bola dele, não”, alertavam os maranhistas. “E é pra dar entrevista exclusiva ao Correio da Paraíba, que é do senador peemedebista, nosso grande aliado, ok?”.

“Tudo ok”. E tudo foi feito dentro dos “conformes”. Mas Lula prometeu a vir à Paraíba novamente este ano. Quem sabe ele se redime?
Acho difícil. Lembremos: ele só visitará Campina Grande. Talvez Pombal, que ele ignorou solenemente, mesmo sendo administrado por uma petista. João Pessoa, então, que se lixe. Afinal, tem um prefeito que concorre com o peemedebista Maranhão, ora essa. E é todo dia esculachado pelo Correio. Tem até graça dar esse gostinho a ele, não é mesmo? Os pessoenses que paguem o pato por essas picuinhas.

Picuinhas vão existir sempre. Só acho que um Presidente da República jamais deveria aceitar ser instrumento disso. Muitos acharam que um Presidente petista seria diferente. Taí o resultado. Manobrado por aliados, vende a alma por uma aliança, esquece os próprios correligionários em favor de novas adesões.

É “o cara”.

Notícias relacionadas

Secretário executivo de Saúde da PB recebe título de Cidadão Paraibano

O título de Cidadão Paraibano foi concedido ao médico Daniel Gomes Monteiro Beltrammi, secretário executivo de Estado da Saúde. A honraria foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado…

Gestão Luciene de Fofinho comprou 12 mil testes para covid pelo triplo do preço

A gestão da prefeita de Bayeux Luciene de Fofinho (PDT) está mais uma vez no radar do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Desta vez, o órgão ministerial investiga a suspeita…