Fora da cena política, mas já pavimentando estrada para o futuro, o ex governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), concedeu entrevista a imprensa nacional, nessa quinta-feira (04), em que falou , sobre temas como a Reforma da Previdência em curso no Congresso Nacional, a segurança pública, além do papel da esquerda brasileira.

Na entrevista, Coutinho ainda relatou um pouco das suas conversas com lideranças como Fernando Haddad (PT), Guilherme Boulos (PSOL), Flávio Dino e Manuela d'Ávila (PCdoB) na formação de um Observatório da Democracia, que visa acompanhar as ações do governo, e propor soluções, que formam uma organização supra-partidária.

Temas como economia, a Reforma da Previdência, a atual subserviência do governo aos EUA, Lava Jato, o pacote anticrime de Sérgio Moro, além de seu papel na recuperação de índices da segurança pública da Paraíba também permearam o bate papo. 

Para ele, os retrocessos dos últimos anos o fazem crer que a solução para o país seria um “choque” de esclarecimento, conhecimento e formação de novas ideias e políticas que proporcionem o “avanço”.

“O que o Brasil precisa talvez seja um choque iluminista. Nós regredimos tanto, mas tanto nos últimos anos que essa coisa está assustando todo mundo. É preciso ter um investimento no campo das ideias para que as pessoas voltem a formular, a ter um senso crítico, a fazer uma caminhada na vida que simbolize avanços porque a humanidade existem em função disso”, ponderou.

Se você não assistiu ainda, o PB Agora traz na íntegra a entrevista abaixo. ASSISTA

PB Agora


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Live de Ruy Carneiro debate atração de investimentos para João Pessoa

Iniciando sua série de lives no Instagram, o pré-candidato à prefeitura de João Pessoa Ruy Carneiro conversou nesta quarta-feira (8) com o consultor empresarial português Rui Coelho sobre o projeto…

Assessor da Presidência com páginas derrubadas por fake é paraibano

Após uma ampla investigação coordenada pela direção da plataforma do Facebook e Instagram divulgada na última quarta-feira (08), que retirou diversas paginas destas redes sociais, foi descoberto que os grupos…