A Paraíba o tempo todo  |

Ascensão de Santiago pode enfrentar resistência do PSC

Lançado como possível candidato do blocão em 2014, ascensão de Santiago pode enfrentar resistência no PSC

Apesar de ter sido lançado pelo deputado estadual Carlos Batinga, que é filiado ao PSC, como nome do blocão formado por PT/PP/PSC para disputar o Governo do Estado, o ex-senador Wilson Santiago (PTB) pode encontrar resistências no meio do caminho.

A primeira delas é a do ex-deputado federal e atual presidente do PSC na Paraíba, Marcondes Gadelha. Nesta terça-feira (02), em entrevista a imprensa paraibana, Gadelha “puxou o freio” de Santiago e disse que antes de se projetar futuras composições é preciso apresentar programas de governo.
“Antes de falar de nomes, vamos apresentar uma proposta de governo”.

A reação de Gadelha foi justamente uma resposta ao comentário de seu colega de partido, deputado Carlos Batinga, que no final de semana lançou o nome do presidente do PTB/PB, ex-senador Wilson Santiago, como pré-candidato a governador em 2014.“Depois (das propostas) é que nós vamos pensar em nomes”, enfatizou Gadelha .

A postura de Gadelha também corrobora com a do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), que mesmo admitindo que o PTB, através da pessoa do ex-senador Wilson Santiago estava se incorporando ao blocão, não quis se compromete com lançamento de candidaturas.
“As questões dos nomes nós vamos discutir depois”, desconversou Cartaxo.

Até agora, Santiago sai na frente como pré-candidato ao Senado Federal. Consolidando bases e agora comandando um partido no Estado, o ex-senador faz parcerias e transita sem problemas tanto com integrantes da base do Governo, quando entre os integrantes da oposição.

O próprio presidente do PSB da Paraíba, Edvaldo Rosas, já admitiu que gostaria de ter Wilson Santiago como aliado e até como possível integrante da chapa encabeçada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), que é candidato à reeleição.

Por enquanto, as negociações estão ocorrendo nos bastidores e deverão ser oficializadas apenas no final do segundo tempo, ou seja, durante as convenções partidárias.

 

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe