Por pbagora.com.br

Em nota encaminhada à imprensa nesta quinta-feira (29), a direção do  Hospital e Maternidade Maria Júlia Maranhão, localizado no município de Araruna, e que tem a prefeita Wilma Maranhão como uma das proprietárias, desmentiu atraso no pagamento do salário dos funcionários e considerou a informação denunciada por alguns servidores de inverídica.

 

VEJA NA ÍNTEGRA

 

É inverídica a informação de que salários e o 13º dos funcionários do Hospital e Maternidade Maria Júlia Maranhão, em Araruna, estejam atrasados. A direção do hospital esclareceu que todos os pagamentos e compromissos da unidade hospitalar foram honrados este ano. “Não existe salários em atraso. Essa informação é inverídica”, afirmou Maria Fernandes de Lima, diretora financeira do hospital.

Outro ponto que a direção deixa claro é que o Hospital Maria Júlia Maranhão não possui donos. “É uma instituição filantrópica e sem fins lucrativos que não tem dono. O Hospital foi fundado em 1951e está aberto desde então prestando serviços não só a Araruna, mas a região como um todo”, destacou.

De acordo com a diretora, apesar de toda a crise que passa a saúde do país e o Hospital Maria Júlia Maranhão não ser uma exceção em relação a isso, não existe salário atrasado e a unidade de saúde continua aberta atendendo a toda população da região polarizada por Araruna. “E esse ainda é um dos poucos hospitais filantrópicos que continuam abertos no estado da Paraíba”, disse.

 



Redação

 

Notícias relacionadas

Medeiros alerta para propagação da covid no interior: “Ninguém usa máscara”

A iminência de uma terceira onda de casos de Covid-19 na Paraíba tem se tornado cada dia mais possível, sobretudo por conta da mudança comportamental da população do interior do…

Preocupação de Veneziano Vital com Licenciamento Ambiental repercute nacionalmente

Poucas horas depois de aprovado na Câmara dos Deputados o texto base do Projeto de Lei nº 3.729, de 2004, que dispõe sobre o Licenciamento Ambiental, o Vice-Presidente do Senado…