A secretária de Finanças do Estado, Aracilba Rocha, garantiu nesta segunda-feira (02) o pagamento de cinco folhas de pagamento do Governo Estadual.

 

Contando o pagamento de novembro até o final do ano serão os seguintes pagos os seguintes vencimentos: folha do mês nos dias 27 e 28; no dia 10 e 11 será paga a segunda parcela do 13º salário; entre os dias 20 e 26 será pago o 14º salário da Educação, assim como o 13º do bolsa família e no dia 27 será pago o salário referente ao mês de dezembro.

 

“São R$ 700 milhões injetados na nossa economia. Esses são os compromissos do estado que serão cumpridos integralmente. Temos estados vizinhos que ainda não pagaram a folha de novembro, que não adiantaram o 13º e não fizeram provicionamento e vão ter muitas dificuldades”, destacou a secretária.

 

Segundo Aracilba, as dificuldades têm acontecido porque houve uma retração na receita baseada numa retração do repasse do Governo federal do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

 

Outra dificuldade citada pela secretária é a questão dos ‘restos a pagar’ . Ela explicou que estas contas que sobram de 2013 para 2014 também prejudicam as contas do Estado e citou a burocracia como um dos fatores para existência deste problema.

 

“Por exemplo, um determinado fornecedor ganha uma licitação para entregar a mercadoria até 20 dezembro. Ele não consegue entregar. Se ele não entregar, ele não recebe. Ou uma obra que precisa cumprir uma medição e não consegue. Ou mesmo algumas contrapartidas muito altas e depois que é fechada as contas de folha os recursos não sobram”, frisou a secretária.

 

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…

Hervázio: “Aliados estão ‘inquietos’ e querem um desfecho da crise do PSB”

Ainda sobre a crise deflagrada dentro do Partido Socialista Brasileiro na Paraíba que colocou em lados opostos o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo Coutinho, o deputado estadual…