O deputado federal paraibano Julian Lemos (PSL-PB) comentou na manhã desta segunda-feira (03), a uma emissora da capital o caso que envolve o deputado Expedito Netto (PSD-RO) que o acusa de lhe dar uma cabeçada e prometeu denunciar o parlamentar paraibano no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados nesta semana.

 

“Não houve cabeçada alguma a imagem é nítida, eu sou uma pessoa que pelo meu tamanho caso fosse preciso eu me defenderia. Mas aquele parlamentar já fazia uns vinte minutos que ele agredia a presidente da sessão a chamando de incapaz”, disse Julian destacando que o episódio começou quando sofreu um “encostão” com a passagem do deputado Edmilson Rodrigues, do PSOL do Pará. Há troca de farpas, mas a turma do deixa disso segundo Julian agiu rápido. Em seguida, de acordo com Julian aparece o deputado Netto e toma as dores do colega paraense. O deputado paraibano, segundo ele, não gostou e confronta o parlamentar do PSD. As imagens mostram o momento em que Julian encosta a testa na do colega e faz o enfrentamento.

 

“Aí ele começou salivando no meu rosto. Eu dei uns cinco gritos nele. Eu não fui para ali, para ficar levando gritos de seu ninguém. Ele arregou sim. E ficou lá com a cara de quenga e depois foi fazer o miminí. Agora você acha que se eu tivesse dado uma cabeçada naquele cabra ele tinha ficado em pé. Eu tinha derrubado na hora”, afirmou Julian.

 

 

 

Redação

 

 

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eduardo Bolsonaro é o novo líder do PSL na Câmara

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) é o novo líder do partido na Câmara. O nome dele apareceu no sistema da Câmara como novo ocupante do cargo no início da tarde…

PSDB Mulher realiza encontro no próximo domingo, em João Pessoa

O PSDB Mulher realiza no próximo domingo (27), em João Pessoa, um encontro para discutir o cenário político estadual e os desafios da representação feminina. O evento que acontece no…