Após passar por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira, 20, na Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, o ex-governador Ricardo Coutinho seguirá preso e será encaminhado para o Presídio de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, localizado no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, onde também estão detidos os demais alvos da Operação Calvário.

Durante a audiência a defesa requereu que Ricardo fosse encaminhado para o 5º Batalhão da Polícia Militar e não para a penitenciária onde estão os outros detidos, tendo em vista que se trata de um ex-governador, que encerrou os mandatos com um alto índice de aprovação.

O motivo seria a preservação da integridade física e psicológica do ex-governador, mas o magistrado entendeu como tratamento diferenciado e indeferiu o pedido.

“Não posso eu, juiz de primeira instancia botar a abaixo a portaria de outro juiz. Onde ele está apontado para se recolher, quem está lá são pessoas do convívio dele então não vejo que a presença dos demais iria prejudicar ou incidir insegurança física ou psicológica dele” declarou.

PB Agora

 

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em postagem, Julian faz desabafo sobre direita envenenada: “São piores do que o PT”

Em resposta a comentários em uma rede social o deputado federal e presidente estadual do PSL Julian Lemos, desabafou, ao destacar que parte da direita está envenenada e deu a…

Presidente do PT-CG diz que partido já tem 30 pré candidatos a Câmara

Sem representantes na atual bancada da Câmara Municipal de Campina Grande, o Partido dos Trabalhadores pretende mudar o cenário na próxima legislatura. Para isso, atraiu para os seus quatros nomes…