O Partido Socialista Brasileiro deverá perder três nomes de peso devido a disputa interna pelo comando do partido, e que colocaram o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo Coutinho em trincheiras diferentes.
Depois do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Adriano Galdino, agora foi a vez do deputado licenciado, Hervázio Bezerra, anunciar a sua pretensão de deixar a sigla.

Hervázio garantiu que o governador da Paraíba, João Azevêdo também deve mudar de partido, devido aos problemas que ocorrem na legenda desde a dissolução do diretório estadual pela executiva nacional. Hervázio afirmou que as lideranças ligadas a João perderam a confiança no presidente nacional, Carlos Siqueira.

Em relação ao ex-governador, Ricardo Coutinho, o deputado chegou a dizer que tem uma dívida impagável, mas que não pode pagar com “o sacrifício de muitos amigos pelo Estado afora”.
Para ele o episódio envolvendo Edvaldo Rosas foi uma intervenção grosseira e desatenciosa e o defendeu dizendo que se Ricardo queria comandar o partido era só dizer, não precisava utilizar da forma para tirar o comando de um amigo de mais de 20 anos.
Recentemente o deputado Adriano Galdino comunicou que está apenas esperando a janela se abrir para mudar de legenda.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian alerta filhos de Bolsonaro: ‘Se me apontar o dedo vai levar pau’

O deputado federal Julian Lemos (PSL) voltou a soltar o verbo contra os filhos do presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista ao programa  Arapuan Verdade nesta sexta-feira  (24), Julian declarou que…

RC não vai a evento da FJM e reacende tese de que PSB estaria se desvinculando da sua imagem

Foi só o ex-governador Ricardo Coutinho não comparecer ao primeiro evento realizado em 2020 pela Fundação João Mangabeira, a qual ele preside, na última terça-feira (21) no Tocantins, para que…