A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Após declaração polêmica, ‘cacique’ coloca aliado em ‘saia’ justa

XEQUE MATE: após declaração polêmica, ‘cacique’ da política da Paraíba coloca integrante da bancada federal paraibana em ‘saia’ justa

Um posicionamento emocionado sem o devido cuidado pode colocar um aliado, adversário ou até mesmo um familiar numa situação difícil. Quem acompanhou o noticiário político pôde presenciar o ex-governador José Maranhão (PMDB) que externou as sua mágoa pela não nomeação no Governo Dilma Rousseff (PT), fato que colocou o seu sobrinho, o deputado Benjamin Maranhão (PMDB) numa verdadeira ‘saia’ justa, em face do afinamento e subserviência política do apadrinhado com a líder petista.

“Eu considero essa situação humilhante, para mim pessoalmente e para o nosso partido!”, disparou Zé.

Em outro ponto da entrevista Maranhão foi mais enfático e deferiu duras criticas ao PT.

"Nós apoiamos essa Presidente que está aí, o partido dela, em todas as campanhas. A vitória que tiveram aqui foi graças ao PMDB. E não fui reconhecido hora nenhuma. Estou fora desse assunto porque considero essa situação humilhante”, desabafou o ex-governador.
Maranhão continuou com o seu ‘veneno’ contra o PT.
 

“No regime presidencialista a escolha de um Ministro é um ato voluntário do presidente da república e eu não fui lembrado nem na campanha! Em nosso palanque não tinha a participação de legendas adversárias”, alfinetou.

Tal posicionamento contundente de Zé, põe o seu sobrinho Benjamin Maranhão em situação difícil em âmbito nacional, pois em época de nomeação de cargos federais ‘Benjinha’ poderá a continuar no aguardo de uma nomeação por parte da presidente Dilma.

Outro que ameaçou se insurgir contra o PT, foi o deputado federal Manoel Júnior (PMDB) que foi alvo de uma verdadeira ‘fritura’ nacional, onde numa hora surgiu como novo ministro do turismo, noutro instante como ‘pistoleiro’ e integrante da CPI do Extermínio.

Portanto enquanto as lideranças do PMDB aqui na Paraíba se comportam como ‘tigres’ indomáveis em Brasília a realidade é bem diferente, muitas vezes agindo como dóceis ‘gatinhos’.

Henrique Lima

PB Agora
 

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe