Por pbagora.com.br

O Partido Verde emitiu nota onde declarou que o evento com servidores da Saúde de João Pessoa não ocorreu durante o horário de trabalho nem nas instalações da PMJP.

Segundo a nota, o encontro, que resultou com o vazamento de um polêmico áudio onde o secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, pede para que os servidores trabalhem em favor das campanhas de Lucélio e Zennedy, foi partidário, ou seja, não seria um evento de secretário para servidores e sim de filiados do PV.

Veja a nota na íntegra:

Nota de Esclarecimento

Sobre a notícia divulgada neste portal, que trata do encontro partidário ocorrido na noite da última terça-feira (05), o Diretório Estadual do Partido Verde (PV) vem a público esclarecer: 

– O evento foi de natureza partidária, realizado fora do expediente da Prefeitura Municipal de João Pessoa, sob coordenação do secretário de formação política do diretório Estadual do partido, Adalberto Fulgêncio.

– Como acontece em qualquer reunião para filiados ou simpatizantes partidários, segundo preveem as normas eleitorais, membros da sigla podem se posicionar de forma espontânea, defendendo argumentos e propostas das pré-candidaturas.

– O evento ocorreu em espaço fechado, devidamente contratado pelo Partido Verde, como também prevê a legislação. 

– O PV preza pelo compromisso com a legislação e com a transparência, defendendo o bom debate e as boas práticas eleitorais.

Entenda o caso:

Gravação flagra secretário da Saúde da PMJP coagindo servidores em favor de Lucélio

PB Agora

Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

Notícias relacionadas

Covid-19: Paraíba registra 1079 novos casos e 18 óbitos neste domingo

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste domingo (16), 1.079 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 54 (5%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.023 (95%) são…

Bruno defende volta de Cássio à cena política: “Tem importância e grandeza”

Bruno Cunha Lima (PSD), prefeito de Campina Grande, defendeu, durante entrevista nesta quinta-feira (13), que o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) seja candidato nas eleições do ano seguinte. Ele cogita,…