Nesta terça-feira (28), o deputado federal Efraim Filho declarou que um possível apoio do governador João Azevêdo não é pré-requisito para a pré-candidatura de Raoni Mendes, anunciada pelo DEM na manhã de hoje.

De acordo com Efraim o Democratas tem autonomia e independência e o nome de Raoni é competitivo e tem identidade com o partido.

“Acho que o Democratas parte na frente. A estratégia é essa, o Democratas mostrar autonomia, independência, endurecer o pescoço e mostrar uma candidatura competitiva. A partir daí pode vir o governo dar seu apoio mas isso daí não é pre-requisito para a nossa candidatura” , afirmou.

Efraim ainda afirmou que a sigla acredita que Raoni levará o Democratas à disputa em 2º turno.

“Acredito que tem um vazio a ser preenchido em João Pessoa. Com esse perfil de Raoni e os votos desse segmento, nos levará ao segundo turno”, concluiu.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Wallber reconhece falhas em impeachment e diz não ter nada pessoal contra João

O deputado estadual e autor do pedido de impeachment contra o governador João Azevêdo e a vice-governadora Lígia Feliciano, Wallber Virgolino falou sobre o pedido de arquivamento da proposta feito…

Vené descarta constranger Azevêdo por apoio a Ana Cláudia na disputa pela PMCG: “Confio no sentimento de amizade”

O senador Veneziano Vital do Rêgo, em entrevista concedida nesta quinta-feira (27), garantiu que não irá interferir na escolha de um candidato para a Prefeitura Municipal de Campina Grande ou…