Por pbagora.com.br

Apesar de ser favorável a medida que adota o orçamento impositivo na Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado estadual e futuro secretário de Articulação Política do Governo do Estado, João Gonçalves, do Podemos, apelou para a cautela na análise da matéria, pelos deputados, para que as ações da gestão estadual não sejam prejudicadas.

Em entrevista ao portal PB Agora, nesta quarta-feira (17), o parlamentar lembrou que o planejamento do Estado é feito com base no plano plurianual, que tem o orçamento democrático entre as ações prioritárias no atendimento das demandas.

Para João, a discussão do orçamento impositivo, que prevê para cada parlamentar a responsabilidade sobre a destinação de uma quantia, deve prevalecer em comum acordo com o Governo do Estado para não quebrar as ações em curso ou futuras.

“Todo parlamentar, logo de entrada, é favorável. É evidente que precisa de uma discussão mais profunda com o executivo para não quebrar o orçamento. Não é eu chegar e dizer que vai tirar R$ 5 milhões de emendas para cada deputado, e um governo que tem um PPA, que tem um orçamento democrática, não pode a ALPB por si só tirar uma fatia tamanha. Essa discussão será comum acordo com o governo do Estado”, ressaltou.

 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Aguinaldo Ribeiro solicita que Câmara vote proposta de auxílio ao setor de eventos nesta 4ª

O deputado federal e líder da Maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) solicitou na manhã desta quarta-feira (03) que a votação do Projeto que cria o Programa Emergencial de Retomada…

Opinião: o clã Cunha Lima está ameaçado e Pedro pode ser a pedra no sapato do grupo

A verdade é crua. Talvez possa ser amenizada com toques de sal. Desidratar é a palavra chave. E se formos ao Egito antigo, uma dinastia passava aos seus posteriores a…