Apesar de ser favorável a medida que adota o orçamento impositivo na Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado estadual e futuro secretário de Articulação Política do Governo do Estado, João Gonçalves, do Podemos, apelou para a cautela na análise da matéria, pelos deputados, para que as ações da gestão estadual não sejam prejudicadas.

Em entrevista ao portal PB Agora, nesta quarta-feira (17), o parlamentar lembrou que o planejamento do Estado é feito com base no plano plurianual, que tem o orçamento democrático entre as ações prioritárias no atendimento das demandas.

Para João, a discussão do orçamento impositivo, que prevê para cada parlamentar a responsabilidade sobre a destinação de uma quantia, deve prevalecer em comum acordo com o Governo do Estado para não quebrar as ações em curso ou futuras.

“Todo parlamentar, logo de entrada, é favorável. É evidente que precisa de uma discussão mais profunda com o executivo para não quebrar o orçamento. Não é eu chegar e dizer que vai tirar R$ 5 milhões de emendas para cada deputado, e um governo que tem um PPA, que tem um orçamento democrática, não pode a ALPB por si só tirar uma fatia tamanha. Essa discussão será comum acordo com o governo do Estado”, ressaltou.

 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vereadora acusa colega de desconhecer regimento da CMJP

Ao se unir a entidades LGBT e feministas a vereadora pessoense Sandra Marrocos (PSB), acusou a colega de parlamento vereadora Eliza Virgínia (PP), de desconhecer o regimento da casa ao…

Julian pede para Moacir deixar o PSL: “Eu ajudo ele a sair. É um zero negativo”

A briga interna dentro do PSL paraibano parece não ter fim e mais uma vez o deputado federal e presidente estadual do PSL, Julian Lemos foi enfático ao pedir que…