Por pbagora.com.br

Entre as 27 unidades da federação, apenas o Rio Grande do Norte terá uma mulher como governadora a partir do ano que vem. Fátima Bezerra, do PT, ganhou de Carlos Eduardo, do PDT, no segundo turno das eleições deste ano, realizado neste domingo (28).

 

No total, 30 mulheres se candidataram para o cargo de governador. Entre as 27 unidades da federação, 8 não tiveram nenhuma candidata: Alagoas, Amapá, Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio Grande do Sul e Rondônia. Os estados com mais mulheres candidatas foram Pernambuco e Piauí, com 3 cada um.

 

Com a vitória de Fátima Bezerra, as eleições de 2018 terminaram com o mesmo nível de representatividade para o governo de estado que o pleito de 2014. Há quatro anos, apenas uma mulher foi eleita para o cargo de governador: Suely Campos (PP), em Roraima.

 

Entre 1993 e 2010, o Brasil teve pelo menos uma mulher eleita em algum estado. O ano com mais eleitas foi 2006, com Yeda Crusius (PSDB) no Rio Grande do Sul, Ana Júlia (PT) no Pará e Wilma de Faria (PSB) no Rio Grande do Norte.

Redação com G1

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ANÁLISE – Começa o jogo sujo: (ouça) áudios atribuídos à bandidagem sugerem uma armação contra Nilvan Ferreira

Começa o jogo sujo da campanha. Pelo menos ao que tudo indica… A coisa tem contornos de armação contra a pré-candidatura do comunicador Nilvan Ferreira (MDB): A coluna recebeu, nesta…

“Me sinto preparado”, avisa Wilson Filho sobre disputa pela PMJP

“João Pessoa não vai aceitar nem crer em aventuras. Eu me sinto preparado”. A declaração é do deputado estadual Wilson Filho (PTB) sobre sua pré-candidatura à prefeitura de João Pessoa,…