Por pbagora.com.br

Ssuplente de deputado estadual e prestes a assumir vaga deixada por Júnior Araújo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Anísio Maia defendeu o diálogo com a Executiva Nacional do Partidos dos Trabalhadores (PT) para tratar do posicionamento do partido em relação ao governo de João Azevêdo, agora no Cidadania.

A presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, pretende participar das discussões com o diretório local para definir se o PT fica ou não com a administração de João Azevêdo, já que até poucos dias o partido caminhava alinhado com o ex-governador Ricardo Coutinho, do PSB.

Segundo Anísio Maia, a participação de Gleisi Hoffmann tende a engrandecer o debate e as decisões. “Para nós é melhor que a decisão seja tomada com a participação do Diretório Nacional, com a presidente do partido, porque será uma decisão sem nenhum questionamento. Vamos ter paciência e vamos aguardar, inclusive, de braços abertos para a nossa presidente”, afirmou em entrevista à emissora de rádio na Capital.

O petista acredita que a maioria dos filiados à sigla na Paraíba defendem que o partido permaneça aliado ao governador João Azevêdo. “Eu tenho certeza de que é a maioria expressiva no partido. Tenho a certeza, mas é melhor não cantar a bola. Vamos pra frente debatendo. O importante é o PT seguir com segurança”, afirmou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Twitter diz que post de Bolsonaro sobre ‘tratamento precoce’ da Covid viola regras

Rede social colocou alerta sobre ‘publicação de informações enganosas’. Este tipo de medida restringe a circulação do tuíte, mas ele continua disponível na rede social. O Twitter colocou por volta…

Justiça decreta bloqueio de bens de ex-presidente da Câmara de Cabedelo

A 4ª Vara Mista de Cabedelo deferiu a liminar requerida pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e decretou a indisponibilidade dos bens até o limite de aproximadamente R$ 801 mil…