Por pbagora.com.br

Aníbal parte para o ataque e desafia Tião a abrir gabinete para mostrar a ‘tal estrutura minguada’

O deputado estadual Aníbal Marcolino, que atualmente é filiado ao PEN, mostrou nesta quarta-feira (28) que continua afastado do deputado Tião Gomes e partiu contra o ataque contra o colega de parlamento só para poder defender o presidente da Assembleia das acusações do presidente do PSL.

Ontem, durante pronunciamento na Casa, Tião declarou que a administração do presidente da ALPB estaria beneficiando alguns deputados aliados ao presidente. “Nós temos que ter equilíbrio em nossos gabinetes. Não é possível um deputado ter hoje, no gabinete, R$ 400 mil de gratificações, de contratos, enquanto outros têm R$ 50 mil”, denunciou Tião.

Tião Gomes foi mais além e denunciou ainda que alguns deputados teriam os gabinetes “avantajados”, enquanto os deputados que fazem oposição ao presidente da Casa, ou seja, os aliados do Governo Ricardo Coutinho ‘sofrem minguando um pequeno gabinete.’

Revoltado com as acusações e se sentindo atingido pelas denúncias, a qual classificou como infundadas, Aníbal Marcolino contra atacou e desafiou o deputado estadual Tião Gomes a abrir as portas do seu gabinete e mostrar o tamanho de sua estrutura.

“Eu abro a estrutura do meu gabinete e o deputado Tião abre o dele. Quem tiver uma estrutura maior renuncia o mandato”, disparou Aníbal, que garantiu que a estrutura do gabinete do deputado Tião Gomes é bem maior que a dele.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Ao lado de Aguinaldo, prefeito pede a ministro recursos para Saúde de São José de Espinharas

Neste sábado (17) o Prefeito de São José de Espinharas, Netto Gomes (Progressistas), participou juntamente com o deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) da visita…

Mesmo sob novo comando, CMCG é criticada por ‘dormir nas suas atribuições’

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira…