Por pbagora.com.br

O ex-vereador e médico Aníbal Marcolino (PSDB) ainda não “engoliu” o fato de não ter assumido a vaga do deputado Jacó Maciel, na qualidade de primeiro suplente, na Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba. Passados aproximadamente 2 meses e meio depois da cassação do governador Cássio Cunha Lima (PSDB), o acordo entre a bancada de oposição de realizar um rodízio de deputados ainda não atingiu o ex-parlamentar.

“Inclusive espero até hoje uma resposta nesse sentido”, lamentou.

Ainda abalado e sem saber as razões que motivaram a prática de não realizar o acordo entre a bancada, o ex-parlamentar aproveitou para colocar a culpa da sua não ida para a AL/PB no prefeito da Capital, Ricardo Coutinho (PSB).

“Eu gosto de falar em coisas concretas, no entanto, o que falam é que o prefeito Ricardo Coutinho tem força tanto no lado de Cássio, quanto no lado do governador José Maranhão”, disparou.

A declaração do ex-parlamentar é justificada pelo fato ocorrido recentemente com a ex-vereadora Nadja Palitot. “O socialista não deixou Nadja Palitot ir para a Assembléia no lugar do deputado Guilherme Almeida e também não me deixou ir para a AL”, acusou, ressaltando não querer acreditar que o socialista tenha tanta força.

Sem deixar de tecer críticas ao atual governo municipal, ao qual sempre fez oposição, o ex-vereador ainda aproveitou para acusar o prefeito da Capital de estar usando o prestigio do ex-governador Cássio para garantir a densidade eleitoral do tucano e depois descarta-lo.

“Ricardo quer fazer igual como fez com Nadja, usou o partido, usou a densidade eleitoral e depois descartou”, deduziu.
 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

VÍDEO: Ney Suassuna faz gesto obsceno ao comentar sobre Maranhão; ele nega

Em vídeo compartilhado na internet, o senador Ney Suassuna aparece fazendo um gesto obsceno ao comentar sobre o senador José Maranhão, que está internado em hospital de São Paulo, tratando…

Cícero Lucena evita contabilizar quantos vereadores terá na base

Nesta quinta-feira (21), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), declarou que no momento não há uma preocupação sobre quantos vereadores estarão na sua base na Câmara Municipal ou…