A minha região do Brejo da Paraíba está politicamente mais pobre, desde o início desta semana, quando morreu o ex-deputado Zenóbio Toscano, no dia 14 de junho.

Embora fosse natural da cidade de Ingá, Zenóbio tinha uma identidade e uma relação quase umbilical com a cidade de Guarabira, da qual foi prefeito algumas vezes.

Quando faleceu, inclusive, estava licenciado do seu último mandato de prefeito de Guarabira.

Depois da morte de Osmar de Aquino, provavelmente a que mais levou tristeza ao coração dos brejeiros foi a de Zenóbio e também a que mais repercutiu.

Pertencimento

Zenóbio era nosso; era brejeiro pelo sentimento de pertence, e por tudo que fez por nossa região.

Teve participação fundamental na construção do marco mais destacado das ações de sua esposa, Léa, quando prefeita de Guarabira, e que está fincado num alto onde pode ser visto de quase toda a região brejeira: o Memorial a Frei Damiao de Bozzano. Este, sem dúvida, é o monumento turístico mais visitado do Brejo.

Zenóbio Toscano tinha como traços mais acentuados do seu carater a integridade moral e a honestidade.

Pouco antes de morrer, o meu conterrâneo Geraldo Rocha – cuja amizade herdei do meu pai – me disse, reiteradas vezes, que não havia conhecido ninguém mais honesto e organizado que Zenóbio.

A coluna ouviu várias outras pessoas do ciclo intimo da amizade pessoal, politica e profissional, para que dessem suas impressões sobre ele.

Seguem os depoimentos:

Tião Gomes

Zenóbio Toscano foi um exemplo de político. Lembro-me que fui prefeito com ele em 1982, eu de Areia e ele de Guarabira e nos tornamos ainda mais amigos atuando pelo Brejo paraibano. Juntos também fomos eleitos para ocupar cadeiras na Assembleia Legislativa da Paraíba onde continuamos atuando pelo nosso Brejo.

rabalhei ainda na Casa Epitácio Pessoa com sua esposa, a ex-deputada estadual Léa Toscano e nesse mandato divido o parlamento com sua filha e deputada estadual, Camila Toscano, que representa muito bem o legado desse homem duro, forte e futurista. Ao longo dos anos, construímos uma história de amizade e respeito.

Zenóbio foi um grande homem a quem a Paraíba deve referências. Um político de visão que amava Guarabira tanto quanto amava sua família. Perdeu Guarabira, o Brejo e a Paraíba.

Tião Gomes, Deputado estadual.

Douglas Lucena

Zenóbio é uma referência para nossa região, homem sério, articulado, perspicaz e íntegro, conquistou seu espaço político imprimindo a marca de grande realizador, de gestor competente. Impossível não reconhecer sua atuação positiva em Guarabira e no Brejo paraibano ao longo das últimas 4 décadas, período em que colecionou expressivas vitórias, atestando sua imensa capacidade política.
Douglas Lucena, prefeito de Bananeiras

Petrônio Freitas

Zenóbio Toscano construiu uma história memorável para a Política Paraibana, homem íntegro, respeitado, leal, honesto e bom gestor.

Minha admiração por ele foi herdada pelo meu saudoso pai João de Deus, que desde o início de sua carreira política, o teve como líder e mesmo quando estivemos em lados políticos opostos mantivemos sempre o respeito e o diálogo.

Pelos seus grandes feitos a nossa cidade ficará eternizado na história e na memória de todo povo serrariense. Saudades eternas.

Petrônio Caboclo, prefeito de Serraria.

Waldir Porfírio

Notícia muito dolorosa pra mim foi esta sobre a partida do amigo Zenóbio Toscano. Fui seu chefe de gabinete por dez ano na Assembleia Legislativa da Paraíba e assessor especial na PBGAS por 1 ano.

Era um homem íntegro, ético e de um valor humano especial. Nunca o vi gritando alguém.

Mesmo tendo diferenças políticas nunca exigiu de mim que defendesse seus candidatos, apesar dos pedidos da minha cabeça por seus correligionários.

Passamos por situações políticas das mais variadas intensidades, ora de alegria, ora de angústias. E sempre estivemos juntos nesses momentos enquanto trabalhei com ele. Era um “submarino”, como o apelidaram na imprensa, porque passava um tempo calado e quando emergia vinha com toda força.

Foi o melhor prefeito da minha cidade, um exemplar parlamentar na defesa da cultura, dos direitos políticos dos perseguidos pela ditadura militar, das reivindicações dos municípios que representava no Poder Legislativo estadual.
Este momento é de muita dor e tristeza. As lembranças dele estão vindo como tempestades de emoções que não consigo controlá-las.

Desejo que Deus conforte Léa Torcano, seus filhos, netos, irmãos, sobrinhos e amigos.

Jeremias Cavalcanti

Em meio a tanta tristeza e saúde, faço uso de breves palavras para descrever um pouco da minha vivência com Zenóbio Toscano. Primeiro é importante dizer que Zenóbio sempre foi um político de vanguarda. Tive o prazer de acompanhar o seu trabalho desde o segundo ano da sua primeira gestão, o que, para mim, foi muito importante observar coisas novas e estruturantes, em Guarabira. O Gato Preto possuía uma prática administrativa diferente regada de muita modernidade como, por exemplo, a chegada do primeiro computador na Cidade, trazido por ele para o uso da Prefeitura.

Apesar de menino, lembro muito bem, foi um CP 700 da marca Prológica, além disso, ele adquiriu uma máquina de Telex, implantou uma espécie de Ouvidoria, quando naquele tempo nem se falava nesse termo, com a aquisição de uma Secretária Eletrônica. Dessa forma, uma Servidora da edilidade passou a ouvir, todos os dias, as reclamações e sugestões que vinham da população. Esta servidora ouvia e anotava os reclames e sugestões em um formulário, criado exclusivamente para esse serviço, posteriormente, as demandas eram enviadas aos setores competentes.

Naquele período os professores tinham seus contratos de trabalho assinados em março e rescindidos em novembro. Foi Zenóbio que passou a assinar as Carteiras destes servidores, em caráter definitivo, garantindo estabilidade e salários nos 12 meses do ano. Foi ação de Zenóbio a criação de secretarias importantes, a exemplo da Secretaria da Cultura.

No seu primeiro mandato como prefeito já se notabilizou pelas obras estruturantes e de repercussão naquela época, o olhar visionário quando profissionalizou a Festa da Luz, e, em 2015, transformou-a na maior festa de padroeiro do Nordeste Brasileiro. Foi pioneiro em projeto de mobilidade urbana, com abertura de novas Avenidas e expansão de Bairros.

A Educação teve grande impacto em suas gestões, de tal forma que de 1983 a 1988 ele construiu 88 salas de aulas, implantou as viagens culturais para os alunos da Rede Municipal de Ensino, onde tinham uma aula de campo na Capital do Estado, com visitas ao Aeroporto, Centro Histórico e culminando com uma pouco de lazer a beira mar.

Zenóbio Toscano seguiu seu caminho de benfeitor e de 1982 a 2020 transformou Guarabira em um verdadeiro canteiro de obras, berço da arte, expoente da Art Naiff, trilho do progresso. O Gato Preto é responsável pelo transporte universitário que por dia transporta mais de 1.000 alunos às maiores universidades do Estado da Paraíba, formando a cada quatro ou cinco anos inúmeros profissionais qualificados que serviram a nossa terra e aos mais distantes recantos do País.

O prefeito Zenóbio Toscano de Oliveira, o deputado Zenóbio, o secretário ZT, o amigo Gato Preto, Nóbio, Zorro, o homem trabalhador está firme e perpétuo em cada obra, cada praça, cada tela pintada, cada diploma recebido, estará para sempre na história de Guarabira e no coração dos Guarabirenses, que testemunharam seu amor por nossa cidade.

Meu muito obrigado por ter aprendido coisas que jamais sonhei aprender. Meu agradecimento pela amizade, pelo convívio e por tudo que fez por nossa Guarabira.

Aguiberto Montoya

Minha história com Zenóbio começou em 2012. Embora eu tenha trabalhado na Constelação desde 2005, minha aproximação com ele surgiu em 2012, na sua segunda campanha para prefeito.

Lembro do telefone tocando é uma voz diferente, dizendo: “opa, tudo bem? É Zenóbio”. Fiquei sem saber o que falar, era o ídolo do meu pai que estava a me ligar para agendar um almoço com o pessoal da rádio.

De lá até aqui foram inúmeras histórias, trabalho e muito respeito. Tenho por ZT o amor de um filho por um pai. Ele deu-me a chance que talvez não conseguisse com outros, orientou-me para a vida, mostrou-me o caminho a ser seguido.

Conheci um Zenóbio que poucos conheceram, alegre, brincalhão e bastante preocupado com o próximo. À ele o meu muito obrigado. À família os meus sentimentos. No coração e na lembrança ficarão as melhores recordações do maior benfeitor de Guarabira. Nosso eterno Gato Preto.

 

Wellington Farias
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Almeida anuncia coordenadores de campanha à PMJP ainda este mês

Pré-candidato do Solidariedade a prefeito de João Pessoa, João Almeida avisou, neste início de semana, que não trabalha com outra hipótese que não seja disputar a majoritária na disputa pela…

Romero ‘desautoriza’ Kassab sobre definição de nome na disputa em CG

Cautela. Essa tem sido a palavra utilizada pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), quando o assunto é a escolha do nome para concorrer a sua sucessão. O gestor,…