A Paraíba o tempo todo  |

Análise – Intervenção no PT expõe uma linha cruzada com setor do Governo

A composição do novo Diretório Municipal em João Pessoa – fruto de uma intervenção nacional petista, que destituiu a formação de origem – trouxe uma surpreendente revelação.

A surpresa é a seguinte: o novo presidente do Diretório Municipal do PT na Capital, Cícero Gregório, é o braço direito do ex-deputado federal e atual secretário de Agricultura Familiar do Governo do Estado, Luiz Couto.

Pelo menos publicamente e até dentro do partido, o secretário Luiz Couto não se manifestou sobre essa querela envolvendo o Diretório Municipal do PT e a Direção Nacional que se dividem entre uma candidatura própria com o nome de Anísio Maia e o apoio do partido à candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), visando à disputa da Prefeitura de João Pessoa.

Contatos
Apesar das inúmeras tentativas, a coluna não conseguiu falar com o secretário Luiz Couto, nem com os seus assessores, para saber se a indicação de Cícero Gregório embutia também o apoio de Couto à proposta de o PT apoiar Ricardo Coutinho. No entanto, uma fonte relevante nas hostes petistas comentou ontem com o colunista, via whatsapp, o seguinte:

“Mesmo Luiz Couto ainda não tendo se posicionado publicamente, o único Gabinete do PT que está fazendo gestão para aliança com Ricardo Coutinho é o da Secretaria de Agricultura Familiar do Governo do Estado. Inclusive, foi de lá que saiu Antônio Barbosa para ser candidato a vice (de Ricardo Coutinho). Cícero Gregório é o braço direito de Luiz Couto. Foi chefe de gabinete do mandato dele de deputado federal e quando Luiz foi para a Secretaria levou Cícero como seu principal homem de confiança. É com ele que se conversa para definir qualquer coisa política pelo gabinete de Luiz Couto. Então, o movimento ricardista está todo organizado e instalado dentro da Secretaria de Agricultura Familiar. Obviamente, com o apoio de Luiz Couto”.

Outra fonte
Uma segunda fonte petista que está concorrendo às eleições em João Pessoa comentou o seguinte para a coluna, a propósito do assunto:

“Nessas horas de crise, Luiz Couto permanece muito na dele. Ele não participou de reuniões com a gente. Até o momento não deu opinião explicita sobre a questão. O que a gente sabe é que algumas pessoas do grupo dele se posicionam dentro do Diretório, uns estão de acordo com o Diretório Nacional e uns poucos que são do grupo dele que estão de acordo com a Municipal. Mas, normalmente, eles não se posicionam. O que dá a entender na verdade é que o grupo dele, Luiz Couto, está com a Direção Nacional do PT, até porque um dos interventores é Paulo Teixeira, que é o grande líder do agrupamento interno dele. E agora que eu vi pela imprensa que o nome de um dos interventores é uma pessoa da confiança de Luiz. Mas, sinceramente, Luiz Couto não se posicionou para dentro do partido. Eu acho que ele está deixando para o seu grupo resolver.”

Virado
O ex-governador Ricardo Coutinho está solto na buraqueira, percorrendo a pé, acompanhado de dezenas de militantes, tudo o que é avenida, rua, praças e bairros de João Pessoa, cabalando votos à base do corpo a corpo. Nesta quinta-feira, a coluna acompanhou pela internet a caminhada de Ricardo Coutinho durante toda a tarde.
Se corpo a corpo dá resultado em campanha eleitoral, não se admirem se Ricardo Coutinho contrariar as expectativas dos opositores.

 

Wellington Farias
PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe