Por pbagora.com.br

A pouco menos de três meses para a realização das eleições municipais, todos os pré-candidatos das duas maiores cidades da Paraíba – João Pessoa e Campina Grande – ainda não têm um vice para chamar de seu.

Nem mesmo com a máquina nas mãos, o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, e o de Campina Grande, Romero Rodrigues conseguiram bater o martelo nesse quesito, todavia, se fosse uma corrida, Campina Grande sairia na frente, já que o Progressistas, através do nome de Lucas Ribeiro, é o nome mais cotado para compor a chapa ao lado do ex-deputado Bruno Cunha Lima (PSD).

Além de Cunha Lima, a disputa na Rainha da Borborema também contará com a participação da ex-secretária Ana Cláudia Vital do Rêgo, do Podemos, Inácio Falcão, do PCdoB, Artur Bolinha, do PSL, Fábio Maia, do PSB, Tatiana Medeiros, do MDB, e ainda as carimbadas candidaturas da esquerda municipal, que também estão com o espaço nas chapas acéfalos.

Destes, diferentemente de Bruno, nenhum tem sequer um nome cotado para o posto. A vaga existe, os postulantes, todavia, seguem incertos e não sabidos.

Na Capital do Estado, João Pessoa, a situação é pior, já que não há sequer cotados para a vaga. Estão no páreo a candidata do prefeito, Edilma Freire (PV), que até agora conquistou apenas o apoio do PROS; o MDB com Nilvan Ferreira,  o PT com Anísio Maia, o PP com Cícero Lucena, o PSL com Julian Lemos, o Patriotas com Walber Virgolino, o SD com João Almeida, o DEM com Raoni Mendes, O PSDB de Ruy Carneiro, o PTB com Wilson Filho, o PRTB com Eduardo Carneiro, o UP com Rafael Freire, além do PSB que sinaliza candidatura, mas nem nome para encabeçar a chapa apresentou. Sem contar partidos como PSOL, que também estarão marcando presença na disputa.

NA BALANÇA

O que deve pesar na hora da escolha será mesmo o tempo de guia eleitoral na TV. Os partidos majoritários vão em busca de partidos com melhor tempo para agregar na hora da onça beber água, principalmente para a pré-candidatura do prefeito Luciano Cartaxo, que tem garantido apenas 6,03 segundos de guia eleitoral na tv.

QUEM SAI NA FRENTE

Considerando os principais pré-candidatos de João Pessoa, o PP de Cícero Lucena terá 41,82 segundos, o MDB de Nilvan Ferreira terá 37,61 segundos, o PSB de Ricardo Coutinho terá 35,50 segundos. O DEM de Raoni Mendes terá 32,34 segundos, mesmo tempo do PSDB de Ruy Carneiro, enquanto o PTB de Wilson Filho terá 12,34 segundos.

BASTIDORES

Diante do atual quadro, o PV do prefeito Luciano Cartaxo tenta se articular para impulsionar a pré-candidatura de sua indicada e estaria recorrendo ao PSB de Ricardo, que tem mais de 35 minutos de guia, para firmar aliança. Juntos, os dois somariam 42 segundos e justificariam a união para combater um adversário em comum – Cícero Lucena e, de quebra, o Cidadania, caso a legenda também deseje seguir ladeada à pré-candidatura do caboclinho.

NATURAL

Por falar em Cidadania, Raoni Mendes tem tratado como natural a possibilidade de o partido do governador João Azevêdo marchar com outra pré-candidatura. O ex-deputado, que foi o mais votado nas eleições de 2008 em João Pessoa, para vereador, se agarra em crenças conservadoras, sobretudo religiosas, como carros chefes de sua pré-campanha e vai mesmo colocar a cara a tapa na corrida eleitoral que se avizinha.

Márcia Dias

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

RC pede ao STF relaxamento das medidas restritivas

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), que lançou seu nome como pré-candidato à PMJP na noite dessa quarta-feira (16), pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) um relaxamento das medidas restritivas impostas…

Vídeo: após criar fato político com tese de desistência, Raoni diz que fica na disputa pela PMJP

Durante anúncio nas redes sociais, na manhã desta quinta-feira (17), Raoni Mendes, pré-candidato a Prefeitura de João Pessoa pelo Democratas, declarou que está na disputa e que o partido não…