A Paraíba o tempo todo  |

Ana Cláudia nega fato determinante e fala em ‘conjunto de coisas’ para justificar racha com João

Ex-secretária do Governo da Paraíba, a pré-candidata a deputada estadual Ana Claudia Vital do Rêgo (MDB) negou a existência de um fato determinante para justificar o afastamento seu e de seu grupo do governador João Azevêdo (PSB), mas alegou um ‘conjunto de coisas’ como responsáveis pelo rompimento.

A afirmação foi feita em entrevista à rádio Caturité FM, nesta quinta-feira (24). “Apontar um fato determinante é difícil. Eu acho que, na verdade, foi um conjunto de coisas que acabaram causando essa situação que chegamos e que toda a Paraíba teve a oportunidade de acompanhar”, disse.

Questionada se se o fato ocorrido em Campina Grande, quando ela abandonou a agenda do gestor após não ser convidada para compor a mesa oficial teria sido este estopim, ela respondeu que não, e reforçou que o distanciamento aconteceu por um conjunto e não por algo específico.

“As pessoas precisam entender que aquele não foi um ato de vaidade da secretária. Aquilo foi uma atitude de uma mulher que é representante da sua cidade e que se sentiu excluída, vendo a composição da mesa de autoridades somente com homens e, como auxiliar do governo, como candidata a prefeita de Campina Grande que fui – e a agenda era justamente em alusão ao aniversário da cidade -, fiz uma leitura do momento e agi daquela forma porque existem situações que não lhe cabem”, ressaltou.

 

PB Agora

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe