Os cargos de direção das instituições públicas, de acordo com a avaliação do vereador Geraldo Amorim (PDT), devem ser ocupados por especialistas técnicos na área em que vão atuar. Seguindo esse raciocínio, o vereador parabenizou o governador eleito Ricardo Coutinho (PSB) pela escolha do novo secretário da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social, o delegado da Polícia Federal Cláudio Coelho Lima, por sua “vasta experiência técnica” em relação à segurança e ao policiamento. Amorim foi o entrevistado no ‘Jornal da Câmara’ (JC), na manhã desta quarta-feira (15).

 

Geraldo Amorim acredita que foi um passo muito importante da nova gestão do estado que “escolheu pessoas extremamente competentes e experientes para comandar a segurança pública”. Para ele, é uma indicação formalizada com critério e competência, acrescentando que a equipe vai precisar de apoio e investimentos para combater a violência na Paraíba.

 

“Precisamos priorizar essa questão da segurança, para obtermos êxito aqui em nosso estado. O novo secretário conseguiu uma revolução em Pernambuco (PE), com a diminuição do índice de violência na cidade de Recife, quando geriu a segurança pública daquele estado, mas teve apoio e investimento e tempo para trabalhar seu programa. Esperamos que aqui ele consiga o mesmo êxito, pois sabemos que não há mágica, nem milagres. Existem planos e programas para solucionar o problema, sempre com apoio e investimentos”, avalia Amorim.

 

A Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2011 também foi comentada por Geraldo Amorim na entrevista, ressaltando uma nova prorrogação para o prazo de apresentação de emendas por parte dos vereadores. O limite de prazo que seria nesta sexta-feira (17) foi estendido para a segunda-feira (20). Ele foi enfático em declarar a necessidade das emendas elaboradas pelos parlamentares serem impositivas, pois, de acordo com ele, elas até certo ponto se tornam inócuas, pois o prefeito vai priorizar os investimentos para o que lhe seja mais conveniente em sua gestão.

 

Na questão das demissões de servidores públicos prestadores de serviço, que será discutida em audiência pública na Casa nesta quinta-feira (16), proposta pela vereadora Eliza Virgínia (PPS), o parlamentar diz acreditar ser de fundamental importância a plenária, para se poder traçar ações que levem em conta o respeito pelos profissionais que exercem suas atividades já há muitos anos e que não podem ficar sem seu sustento de uma hora para outra.

 

Segundo Amorim, há a necessidade do Ministério Público (MP) dar o exemplo, começando esse processo em sua própria Casa, fazendo os ajustes em seu quadro de pessoal. O parlamentar também lembrou ao MP que a Constituição Federal protege servidores que já têm cinco anos de atividade. Ele acrescentou: “Não se pode resolver uma situação que já se perpetua há 20, 30 anos, de uma hora para hora. Todo esse processo deve ocorrer com responsabilidade e respeito ao cidadão”.

 

O ‘Jornal da Câmara’ é um programa que dá espaço para os parlamentares conversarem com a população de João Pessoa, sendo transmitido de terça a quinta-feira, ao vivo, a partir das 9h, pela TV Câmara, Canal 23 da Net

 

 

Ascom

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Tudo vai depender da situação de cada município”, diz Wilson sobre efeitos das mudanças em 2020

Indicado pelo presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, como o coordenador  no Nordeste  responsável pelas eleições municipais de 2020, o deputado federal paraibano e presidente estadual do PTB Wilson Santiago,…

Novos diretores dos hospitais Metropolitano e de Mamanguape assumem hoje

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), disse a imprensa que nesta segunda-feira (14) os interventores nomeados para os hospitais Metropolitano, em Santa Rita e o Regional, em Mamanguape, assumem…