A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou nesta terça-feira, 5, um Ato da Mesa Diretora que cria o Programa de Gestão de Documentos, que vai regulamentar a administração dos arquivos da Casa Epitácio Pessoa. O objetivo do programa é estabelecer critérios para reduzir ao essencial os documentos acumulados nos arquivos da Assembleia, sem prejuízo da salvaguarda dos atos administrativos, constitutivos e extintos de direitos, das informações indispensáveis ao processo decisório e à preservação da memória institucional.

Ainda segundo o projeto, a racionalização e a eficiência dos arquivos da Assembleia da Paraíba devem ser observadas pelos servidores efetivos, comissionados e parlamentares e não será permitido, nas dependências da Assembleia, quaisquer documentos que não sejam inerentes as atividades do Poder Legislativo da Paraíba.

A aprovação do projeto faz parte do processo de modernização administrativa que está sendo implantada pela Assembleia na atual legislatura, que já viabilizou a tramitação eletrônica de todos os projetos que tramitam na Casa, reduzindo consideravelmente o uso de papel pelo Poder Legislativo paraibano.

A Assembleia Legislativa da Paraíba garantirá acesso aos documentos de arquivos de todos os setores do Poder Legislativo, nos termos da legislação.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Diário Oficial do Estado publicou hoje o decreto que cria PB Saúde

Saiu hoje (29), no Diário Oficial do Estado (DOE) da Paraíba, o decreto n° 40.096 que cria a Fundação Paraibana de Gestão em Saúde (PB Saúde) e regulamenta o seu…

Associação acusa Cartaxo de promover reajuste ‘fake’ para servidores

Os servidores públicos municipais de João Pessoa aguardaram, com expectativa, o pagamento do salário do mês de fevereiro, tão bem anunciado pelo prefeito Luciano Cartaxo, que viria com um reajuste…