A Paraíba o tempo todo  |

Ricardo evita polemizar formação da chapa, mas diz que silêncio de Aguinaldo é estratégia

Pré-candidato a deputado federal pelo PSB, o deputado estadual Ricardo Barbosa tem evitado polemizar a formação da chapa majoritária do governador João Azevêdo (PSB) que ainda não conta nem com candidato ao Senado nem a vice definido, todavia, disse acreditar que esse silêncio do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) sobre disputar o Senado Federal na chapa da situação pode também se tratar de uma estratégia.

Em entrevista na última semana, Barbosa ressaltou que a composição da chapa está sendo tratada de forma pessoal pelo próprio governador. Ele acredita que, em breve, todas as cartas serão postas na mesa a fim de que seja batido o martelo sobre o tema.

“O governador tem tratado isso de forma pessoal e o comando dessa decisão, além de ser da maior propriedade dele em particular, todos os representantes partidários e os agentes políticos da base do governo declinaram desta prerrogativa, então ele definirá a chapa que ele presidirá no processo eleitoral, de tal sorte que não tenho como me pronunciar a esse respeito”, disse.

Barbosa disse ainda que não tem conversado com o deputado Aguinaldo e só sabe, através de interlocutores, que ele será candidato ao Senado. “Não tenho conversado. Tem meses que não converso com Aguinaldo. As informações que nos chegam por agentes políticos próximos é que ele será candidato, inobstante ele não tem tido uma postura de candidato porque a campanha foi antecipada e está na rua, mas isso pode ser uma estratégia dele e cabe a ele e ao governador que está comandando do processo fechar essa composição e espero que isso posas ocorrer em breve tempo para que tenhamos o processo nivelado as outras agremiações. A oposição já está se articulando, mas também não tem nenhum outro candidato a governador com a chapa totalmente fechada ainda”, pontuou.

As declarações do parlamentar repercutiram na Arapuan FM.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe