A Paraíba o tempo todo  |

Alheio a debate político, PDT faz mistério sobre futuro e alianças em 2022

Após o deputado federal Damião Feliciano (PDT) ter vencido à Covid-19 em meio a uma batalha pela vida de quase 90 dias, a família tem evitado entrar no debate político sobre 2022 e, em vez disso, tem focado na na superação da pandemia no Brasil

Em entrevista nesta sexta-feira (14), o presidente estadual do PDT na Paraíba, Renato Feliciano, filho de Damião, desmentiu a declaração dada pela deputada estadual Cida Ramos (PSB) e negou a participação do PDT em uma frente de partidos que estão em articulação visando o pleito estadual que se avizinha.

“O PDT não participou de nenhuma reunião com nenhum partido. A gente entende que agora é o momento de superar a pandemia. Não é hora de fazer reunião”, avisou.

O PDT já compôs com Ricardo Coutinho, em 2014, quando indicou Lígia Feliciano para vice-governadora, na reeleição para governador. Lígia foi mantida no cargo quando da candidatura e eleição de João Azevêdo (Cidadania) em 2018. Em 2020, na Capital decidiu compor com o PV, sendo contrário à candidatura apoiada pelo governo da Paraíba.

Agora, o futuro da legenda, é incerto, e, por enquanto, a família não tem pressa em fazer definições.

 

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      2
      Compartilhe