Chamando o feito à ordem: ministro vai intermediar conflito PMJP x Estado e já anuncia ‘reunião de conciliação’

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP) se predispôs durante entrevista ao PB Agora a ser o elo de conciliação entre o Governo da Paraíba e a Prefeitura de João Pessoa. Ele espera resolver os impasses que têm dificultado a implantação do trevo de Mangabeira e do BRT.

“São obras importantes para a cidade e não podemos deixar que a população perca um equipamento tão importante quanto o BRT, com quatro corredores exclusivos de ônibus, que será uma obra essencial para melhorar a qualidade de vida da população de João Pessoa”.

Aguinaldo se colocou à disposição do governador Ricardo Coutinho (PSB) e do prefeito Luciano Cartaxo (PT) para pôr fim aos conflitos, conciliando os interesses divergentes. ""

“O BRT será a maior obra já feita na cidade de João Pessoa. A população não pode ser prejudicada por causa de um terreno do Estado. Essa obra trará benefícios diretos para toda a população pessoense, trazendo conforto e agilidade para quem usa o transporte público, além de desestimular o excesso de carros particulares que tem congestionado o nosso trânsito. Da mesma forma, acredito que o Trevo de Mangabeira é uma obra que vai melhorar a vida de toda a população da zona sul”, afirmou.

Ainda segundo o ministro, “é preciso fazer a conciliação. A população não poderá ser prejudicada por uma crise institucional”.

“Logo mais estarei com Ricardo Coutinho na inauguração do Minha Casa Minha Vida em Mamanguape. Já convidei o prefeito para sentar comigo e com o governador em Brasília e fazermos uma reunião de conciliação”, finalizou.

Ytalo Kubitschek com informações de Henrique Lima

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: advogados eleitorais preparam propostas para TSE, Congresso e Executivo

A crise provocada pelo Covid-19 coincidiu, no Brasil, com o ano eleitoral, o que trouxe desafios inéditos não apenas ao sistema de saúde, mas também à democracia no país. Com…

Presidente do TRE/PB trata como improvável adiamento de eleição

O desembargador José Ricardo Porto, presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), declarou nesta quarta-feira (1º) em entrevista à Rádio Arapuan FM, que ao seu ver, há um prazo…