O ministro das cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), ressaltou, que o estado paraibano é um modelo para o programa Minha Casa, Minha Vida e uma força para o setor da economia. "A Paraíba tem ações fortes, por isso é um modelo para o MCMV e uma força para o setor”, disse o ministro paraibano.Aguinaldo declarou que as metas iniciais propostas para o MCMV já foram atingidas. Segundo ele, na primeira etapa do programa, a meta era de dois milhões de moradias contratadas até 2014. O número foi ampliado para 2,4 milhões e, no inicio de 2013, o Governo Federal percebeu que iria atingir a marca antes do previsto. "Hoje a meta é 2,750 milhões de unidades habitacionais até 2014. Vamos cumprir o planejado", garantiu.

 

 

O programa mantém 1,6 milhões de empregos no país. O investimento já alcançou um total de R$ 190 bilhões. Em seu discurso, o ministro disse que a prioridade agora é investir em municípios com população abaixo de 50 mil habitantes que passaram a ser atendidos pelo Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) do MCMV. “Antes só atendíamos as cidades com mais habitantes”. De acordo com ele, com a ampliação do FAR será possível atender os 5.565 municípios do país.

 

 

Aguinaldo destacou que o programa melhora a qualidade de vida das pessoas que mais precisam, além de gerar emprego e renda. "Há muitos paraibanos que não podiam ter acesso a um imóvel se não fosse o subsídio do governo", disse.Ribeiro lembrou que em Campina Grande já foi assinado contrato para a construção de duas mil unidades. No fim de 2012, foi assinado contrato para mais mil unidades no município de Santa Rita em parceria com o governo do estado. Para João Pessoa, foram destinadas cinco mil novas unidades a serem construídas.

 

 

O ministro paraibano declarou que as metas iniciais propostas para o MCMV já foram atingidas. Segundo ele, na primeira etapa do programa, a meta era de dois milhões de moradias contratadas até 2014. O número foi ampliado para 2,4 milhões e, no inicio de 2013, o Governo Federal percebeu que iria atingir a marca antes do previsto. "Hoje a meta é 2,750 milhões de unidades habitacionais até 2014. Vamos cumprir o planejado", garantiu.

 

 

Sobre os investimentos atuais, Aguinaldo Ribeiro disse que há recursos disponíveis no Governo Federal para bons projetos elaborados pelos estados e municípios. De acordo com ele, R$ 500 milhões é o recurso aproximado para a área de mobilidade urbana no estado da Paraíba.O Governo Federal, segundo o ministro, compreende as dificuldades dos municípios para elaborar um bom projeto. Por isso, passou a disponibilizar recursos para esta finalidade. “Em 2013, na área de saneamento, só no Ministério das Cidades investimos R$ 500 milhões para a elaboração de projetos. Quase o que foi investido apenas em obras, cerca de 700 milhões, em 2003”, concluiu.

 

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020: deputado aliado de João defende a unificação da oposição em CG

Pré candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB), defendeu, nesse fim de semana, a unificação da oposição para enfrentar o candidato a ser apresentado pelo…

Galdino faz apelo ao MP por mais tempo para gestores extinguir lixões

Em recente entrevista à imprensa o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) deputado Adriano Galdino (PSB), assumiu o apelo dos prefeitos do Litoral Norte do Estado, que alegando falta…