Por pbagora.com.br

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, afirmou, nesta quinta-feira, 17, que se forem comprovados crimes na campanha da presidente Dilma Rousseff, seu mandato perde a legitimidade. “Isso não é para ela, é para qualquer eleito”, afirmou ao chegar ao Senado para participar do seminário “Caminhos para o Brasil”, com palestras de economistas tucanos ou ligados ao partido.

Para o parlamentar, é preciso “tranquilidade e serenidade” para aguardar os julgamentos. “Fomos acusados de pessimistas no passado. Agora mudam o termo e essas pessoas são chamadas de golpistas”, disse. “Golpe é usar dinheiro do crime para obter votos. Não faço julgamentos, mas precisamos que nossas instituições estejam blindadas”, continuou. Segundo ele, o melhor agora é aguardar os julgamentos sobre a presidente.

Aécio afirmou que, ao ler os jornais hoje, percebeu que Dilma falou sobre golpes contra seu governo mesmo quando não foi incitada a isso. “Hoje vimos uma presidente da República obcecada com o próprio fim do seu governo”, pontuou.

O senador enfatizou que o seminário promovido no Congresso hoje com renomados economistas busca jogar luz sobre o “cenário tenebroso” ao qual jogaram o Brasil o PT e seus governos. “Cabe aos que foram eleitos, apontar saídas em momentos como este, mas vamos tentar dar nossa contribuição para que o País possa superar essa gravíssima crise.” Serão palestrantes os economistas e ex-presidentes do Banco Central, Armínio Fraga e Gustavo Franco. Aécio disse ainda que o preço da crise vem sendo pago pelos que menos têm.

 

 

msn

Notícias relacionadas

Emenda de Daniella Ribeiro vai beneficiar profissionais do setor de eventos no Pronampe

Pedido de inclusão vai permitir acesso a crédito para quem trabalha na área; PL segue para sanção presidencial Uma emenda apresentada pela senadora Daniella Ribeiro permitirá que profissionais do setor…

Câmara da Capital aprova uma realocação de ações e orçamentária na PMJP

Na manhã desta terça-feira (11), a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) aprovou a realocação de ações e saldos em diversos órgãos da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Ainda…